O que eu acho sobre descriminalizar a maconha? Qual era mesmo a pergunta?


Tá servido?

Tá servido?

Vi, dia desses, um vídeo sobre a maconha. História, atributos econômicos e muito mais. Fiquei impressionado com o potencial econômico da “mardita” e passei a questionar a sua não regulamentação, enquanto fibra têxtil, papel, alimento, terapia e, por que não, alternativa ao álcool, cigarro e outras drogas mais perversas. Relatos informam seus efeitos prodigiosos para um sexo do bão. Amigo Urso, você tem opinião formada sobre isso? Edu Pit

Leia a resposta no novo Pergunte ao Urso, clique aqui.

Anúncios

169 Respostas

  1. concordo,

    se maconha fosse boa… chamaria BOAconha!

    e tenho dito!

  2. Caro urso, impossivel não ler o seu blog!
    Definitamente um posicionamento que eu adoto!
    Beijos

  3. Pela minha lógica de risco, não vale apena comer churrasco grego!

  4. Muito interessante a sua opinião caro urso…
    Mas vc não respondeu pq umas drogas são legalizadas e outras não, e o mais interessante se não seria bom usar as boas propriedades da maconha (já conhecida no meio médico…
    Ah o tráfico de drogas tem outras formas de obter seu sustento…como a pirataria de cds e dvds…

  5. urso, discordo com a frase “O que acontecerá se o poder público tirar o sustento desses marginalizados que vendem o baseadinho que o playboy fuma?” sendo que o lucro verdadeiro do trafico esta em outras drogas. Minha ideia é a de que seja descriminalizado porem sob medidas cautelosas, a maconha ja é vista de outra forma no mundo. Se fosse descrimanalizada com consciencia traria beneficios para TODOS, sao inumeros os beneficios da “erva”, e a fiscalizacao sobre drogas mais pesadas poderia aumentar.

  6. Eu acho que tem que liberar tudo, fazer o Brasil virar um inferno, ai sim, daqui alguns anos, provar para todos esses que acha que estao nos anos 60 cair em si e ver que nenhuma droga presta, seja ela, um copianho de cerveja{ que alias eu tomo e muito} ou mesmo o crack, abracos..

  7. Caro Guilherme, pelo visto você também foi prejudicado pelo uso de alguma substância, o leitor não pergunto porque algumas drogas são legalizadas e outras não. Leia novamente.

    Quanto a falta do que fazer dos traficantes, você sugere que eles passem a atuar em outros ramos do crime? É isso que entendi?

    Isso não é solução, é transferência de problema.

  8. Urso… conheci o primeiro Mc Droga do Brasil… naquele tempo, se o número 1 levasse menos de um minuto prá ser servido, sairia de graça…

    Cadê meu sarcófago?

    Tb sou virgem em relação às drogas mencionadas… como vivo numa cidade em guerra, principalmente em função do tráfico, gostaria de vê-lo acabado… sou radical em relação a isso… acho que tem tráfico pq tem demanda, e esta demanda financia o tráfico e suas consequências…

  9. Ratão, se não fosse minha privilegiada capacidade de absorver impurezas que habitam os alimentos, eu concordaria com você. Um abraço!

  10. Material, eu também peguei essa fase, mas isso foi antes da brilhante progressão continuada aqui em SP. O Mc Donalds era uma excelente escola de profissionalismo, cada pessoa passava por todas as áreas e aprendia hierarquia. Hoje, não tem preparo para entender o que você pede… Lamentável!

  11. Eu acho que o termo MaConha é muito discriminatório, desde já sujiro a mudança pra BoaConha, e , e , e , epa esqueci o resto, depois eu volto………

  12. Melhor blog que eu conheço!!!

    concordo plenamente…

    vc responde porque realmente entende dos assuntos

    Parabéns Ursinho

    BjuH

  13. Baco, eu acho que tem que descriminalizar tudo! Você não leu minha resposta direita ou está sofrendo com o déficit de atenção causado pela “marvada”…

  14. Obrigado Ana Paula e Lilian!

  15. Ah sim, o q eu disse é q tirando uma forma de sustento o tráfico irá procurar outras…
    eu disse, se não curar o problema ele continua aparecendo de outra forma….
    É o que vc explicou no final… o problema, se for bem tratado, não atinge os criminosos( que acham a droga o meio mais fácil de ganhar a vida)…ou melhor atinge eles mas com programas sociais ^^
    E tá certo que ele não perguntou pq umas drogas são legalizadas e outras não, mas vc, por exemplo, não justificou pq vc usa álcool…

  16. Nossa muito útil esse blog Amélia…

    Agora acho que vou aprender a trocar um botijão de gás, coisa que sempre tenho que pedir para um homem fazer =/

    BjuH Ursinho

    PS. Eu já te adoro

  17. Olá!
    Apesar de não ter a mínima idéia de como passei a receber os seus e-mails (como tantos outros leitores), e de nunca ter postado qualquer comentário, gosto muito do “Pergunte ao Urso”, sou leitora assídua do blog há vários meses.
    Quanto ao comentário do querido “White Bear”, considero-o perfeito na parte relativa aos riscos que o uso e abuso de drogas trazem. Vai totalmente ao encontro do que penso; poucos instantes de “prazer” (será?) não valem a saúde mental e física, e muito menos colocar em risco a segurança alheia (pessoas entorpecidas provocam acidentes, se metem em brigas/confusões e por aí vai. Afinal, não se tem consciência plena do que está se fazendo) .
    Com relação à legalização das drogas, não sou favorável, pois, como trabalhadora da área jurídica e criminal, pude constatar que os usuários não são responsáveis somente pelo tráfico, mas também por vários outros crimes contra o patrimônio e até por “tráfico em pequena escala”, todos praticados para sustentar o maldito vício. Posso garantir que esses tipos de delito não serão erradicados com a simples “legalização das drogas”, pois não haverá extinção de usuários.
    Ademais, como bem colocado pelo Urso, descriminalizar a venda de drogas sem uma completa aleração nas políticas sociais, tanto para “comerciantes” quanto para usuários, é uma tremenda irresponsabilidade. Ou vocês crêem que a legalização acarretará numa redução do número de compradores e fará com que os atuais traficantes passem a vender drogas em farmácias?

    Abraços e uma ótima semana para todos!

  18. Guilherme!!!! Preste atenção! Eu escrevi que bebi tanto que parei!!!!

    “Puxando um pouco pela memória, acho que bebi bastante, o suficiente para parar de beber.”

  19. Obrigado novamente Ana!!! Daqui algum tempo o Pergunte ao Urso também se mudará para o inblogs.com.br.

  20. opa desculpa, achei q vc tinha dito o suficiente para parar…era só mais uma piadinha ^^

  21. Concordo com o Urso,maravilhosas suas colocações,
    ah sobre a “droga da Mc qualquer coisa”, fiquei estarrecida quando soube que essa empresa paga uma miséria a jovens, com a falsa promessa de que fazem um estágio, cadê o MP que não vê isso.
    Denuncia desabafo.

  22. Ops, correção!
    Onde se lê
    “pude constatar que os usuários não são responsáveis somente pelo tráfico, mas também por vários outros crimes contra o patrimônio e até por “tráfico em pequena escala”, todos praticados para sustentar o maldito vício”,
    leia-se:
    “pude constatar que os usuários não são responsáveis somente pelo sustento do tráfico, mas também por vários outros crimes contra o patrimônio e até por ‘tráfico em pequena escala’, todos praticados para sustentar o maldito vício”.
    =**

  23. mas vc acha q a droga ( o álcool) foi importante naquela fase da sua vida…foi importante vc experiencia para vc aprender?

  24. Ei, como nova “postadora” e admiradora do blog, acho que eu também mereço um beijinho do Urso! =D

  25. Fê: Beijoka enorme do Urso!

  26. Eeeeê! \o/
    =***** !

  27. É, Urso… só pq sou eleitora do Rio…

  28. Guilherme, acho que fui tonto… só isso. Estava passando por um momento complicado e, ao invés de procurar a fonte do problema, fui atrás de passar o tempo. Acho que tava batendo um início de depressão, mas um dia, ainda bem, me liguei no que estava acontecendo e resolvi tudo.

    Não achei importante a experiência, achei desnecessária. Não repetiria. Hoje, raramente bebo algo, não tenho problemas com isso, pois nunca cheguei a dependência, apenas tomava umas a mais durante um curto período de tempo na minha vida, mas se dentro de mim tivesse receptividade ao álcool como droga, eu estaria ferrado. Talvez não conseguisse sair tão fácil, assim como vejo pessoas lutando contra a dependência.

  29. pelo q entendi da sua opinião vc disse q as drogas em geral só causam problemas…
    q vc aprendeu em uma época q gostava de usar drogas e arriscar sua vida….
    e para liberar teríamos q investir em programas sociais….

    A responsabilidade seria do indivíduo… tem uns q usam um tempo e param como o proprio Urso…
    tem outros q não sabem quando parar e mudam de drogas sempre querendo mais…

    No geral se a sociedade está bem…se não tem ninguém passando fome, ou problemas mais graves não tem pq o individuo abusar das drogas….

  30. Sou a favor da Lei Seca, não essa que esta aí, mas a proibição de bebidas alcoolicas em geral e a liberação do THC. Pelo simples fato do THC causar menos transtornos que o alcool a sociedade, pricipalmente a saúde pública . Com essa semi- lei seca verificamos quedas brucas nos indices de mortalidade no trânsito, sem contar os demais danos causados pelo alcoolismo.

    Qto ao THC só teremos meios para controlar a qualidade, o comércio e o uso das substâncias entorpecentes proibidas quando as tirarmos da ilegalidade. De tabela, reduziríamos a criminalidade e teríamos condições de prestar assistência médica, educacional e psicológica aos usuários. Sempre o ser humano utilizou entorpecentes, e sempre se utilizará. Vejam nas farmácias, lá existem inúmeras drogas muito mais potentes e prejudiciais à saúde do que a maconha, por exemplo. Leiam as bulas dos psicotrópicos (de tarja preta) e comprovem seus efeitos colaterais.

    Curiosidade:

    Sabe por que a maconha e outros entorpecentes são ilegais ?? Porque imitamos o modelo imposto pelos EUA. E a principal razão para tornar a maconha ilegal nos EUA foi econômica. Nos anos 30, o diretor do departamento de narcóticos era amiguinho do presidente da Du Pont, que estava introduzindo fibras sintéticas no mercado e tinha todo o interesse em acabar com as plantações de maconha. No fundo, o governo nunca se preocupou com a saúde e o bem estar da população

    ____________________
         (______((____________()کmøke

  31. É pessoal, sem dúvida as drogas sustentam o tráfico, e qtos inocentes já morreram por isso……

    Há drogas lícitas e ilícitas, vejamos o álcool, que combinado com a direção mata muitas pessoas também, destrói lares, destrói a pessoa……

    Tudo que é em excesso torna-se prejudicial…..

    Na Holanda é permitido fazer sexo ao ar livre, pois diminui crimes relacionados ao sexo, libera a maconha para fins médicos…..Mas o brasileiro está preparado para isso? Possui maturidade suficiente para lidar com tal situação?

    Acho que não…por enquanto é melhor mantermos a plaquinha escrita em letras garrafais bem grande: Proibido!!!!!

  32. Urso, vc torce para o Palmeiras e diz q

  33. è urso, nem sempre a gnt aprende do modo mais fácil….

  34. Embora seja contra o abuso de drogas, considero a forma como os agentes do Estado tratam a questão pouco dignificante. No nível pessoal, acho que cada um deve ponderar sobre quais consequências está disposto a assumir. Simples assim.

    Ursão, beijo.
    Pessoal, prazer em dividir o espaço com vocês.

  35. Parabéns, pelo blog.
    Para mim não faz a menos diferença, visto que não fumo e não sei tragar, pois não consegui, na época de aprender a fumar cigarrro, vomitava, etc.
    Sem tragar não faz o menor efeito, então não fumo.
    Além do que deve ter muito estrume misturado, será que é por isso que cheira a estrume queimado?
    Para mim seria exatamente como fumar só o estrume .

  36. Se eu quiser fumar eu fumo, se eu quiser beber eu bebo….

    Bom, eu acho que cada um tem o direito de usar o que bem quer.

    Quanto aos traficantes, eles que entrem no esquema. Eles vão continuar com o comércio deles, porém vão ter que pagar imposto, aluguel, água, luz, telefone e etc. Se eu pago, pq eles não podem pagar? O que eles têm, que eu não tenho?

    Quanto aos usuários, muito simples! Lei seca neles também! O governo que invente um “bafômetro” que acuse outras drogas além do álcool, e não deixe ninguém dirigir drogado.

    Na Dinamarca por exemplo, o governo disponibiliza seringas e agulhas para o uso de heroina. Também disponibilizam produtos para que os usuários possam vender e ter o dinheiro para o consumo. Lá, os usuários andam pelas ruas normalmente, e servem de exemplo para os demais. Ainda assim, o índice de usuários de drogas é bem menor que nos países onde as drogas são proibidas.

    Eu sou a favor da legalização!!!!

    Beijos,

    Pam

  37. Urso, vc torce para o Palmeiras e diz que não é usuário de drogas?!?!?!?!

    Acho que um “baseadinho” inocente traz consigo uma energia pesada, no percurso quantos podem ter até morrido?
    A galera consome e não se vê como o consumidora final no varejão do tráfico de drogas, como se estivesse indo comprar um chocolate, um café ou uma roupa. As pessoas falam, se eu não consumir, vai outro lá e compra. Se eu parar não vai resolver nada.
    Quer consumir? Esteja consciente dos riscos assumidos e do que você está financiando, sem dar uma de alienado. Você trabalha, estuda, não faz mal a ninguém, está aí dando um duro danado e no fim do dia quer fumar o seu e ninguém que te encha o saco? Beleza, ótimo, mas não importa, você está financiando o crime, essa é a real, esteja apenas consciente disso e a partir daí faça as suas escolhas.
    E os com consciência social então?
    Por outro lado, acho que a sociedade perdeu a guerra contra as drogas. Elas estão acessíveis aos jovens e eles consomem mesmo. Já pensei na idéia de legalização, mas como disse o Urso, de maneira brusca causaria uma guerra.
    Acho que o incentivo ferrenho ao esporte é uma solução. É uma pesrpectiva saudável, pelo menos foi o que me fez desistir dessa onda.

  38. OLÁ PESSOAL,
    Achei a matéria interessante, e as respostas perfeitas.
    Parabéns!

  39. Por que não proibem o açucar refinado, que ninguém sabe ao certo quantas substancias nocivas, além do enxofre , são utilizadas no refino …….. olha só que trem miserável, muito pior que a maconha:

    “O açúcar é um alimento calórico e sem nenhum valor nutricional. A ausência de nutrientes faz com que ele seja digerido quase que instantaneamente, o que provoca uma rápida elevação nos níveis de glicemia e otimiza o depósito de gordura nas células. Um dos efeitos nocivos da subida rápida e exagerada da glicose sanguínea é o aumento da secreção de insulina pelas células do pâncreas. Esse hormônio é responsável por jogar a glicose para o interior das células, onde ela será metabolizada para se transformar em energia. Insulina em excesso pode baixar as taxas de glicemia rápido demais, o que abre o apetite e faz com que a pessoa coma novamente – e engorde. Além disso, há o risco do desenvolvimento de uma condição chamada resistência à insulina, que pode levar ao diabetes.”

  40. Jen, vou implantar um novo sistema de moderação para acabar com esses comentários maldosos ao glorioso alviverde, mas tudo bem… eu sei que não foi por mal. beijoka

  41. F. 34. Talvez o açúcar refinado só prejudique o próprio consumidor, por exemplo, se você se entupir de açúcar, eu posso andar do seu lado – a uma certa distância – e nada acontecerá comigo.

  42. só……pode crer……eu ia responder algo….hummmmmmmmm, sei lá meu!!!!!

    Pois é, a vida é assim: Uma coisa leva à outra e à outra….e assim por diante!
    Os amigos são legais, mas os amigos dos amigos, já não sabemos quem são…..
    Por essas e por outras quem quiser usar que use, eu fico fora disso….
    Prefiro meus neurônios….
    Não sou virgem no assunto, e posso dizer que o Urso tem rasão, começamos dando um tapinha e parece que tua mente abre…mas abre tanto que tudo que está nela acaba indo embora, rsrs
    Sua roda de amigos, muda!!!! com certeza vc irá querer estar ao lado de seus semelhantes gênios, com idéias mirabolantes, excusiva de quem dá uns pega…
    Felizmente dois anos passaram e eu decidi, que queria crescer profissionalmente e pessoalmente, e em minha vida não caberia está plantinha…
    Meus amigos “caretas” voltaram, os prgramas “caretas” também….
    Mas eu a-do-ro, ser quem eu sou em minha essência…

  43. Cecília, seja bem vinda. Beijoka do Urso

  44. Pam, bom vê-la de volta. Beijoka do Urso

  45. Jen,

    Vc fala igual o Capitão Nascimento, é obvio que a legalização da maconha acabaria com PARTE do narcotráfico, liberar todas drogas, DESTRUIRIA o narcotráfico… daí laboratórios famosos como Bayer produziriam cocaína, e as empresas como Philip Moris, produziriam maconha, e encheriam o bolso e tal.pagariam impostos etc…

  46. Cindy, obrigado pelo seu comentário, muito elucidativo. Beijoka para vc!

  47. Carol,

    Não conheço a Holanda, sou louca para conhecer essa “ReD District Zone” de Amisterdan………….rs

  48. Parabéns pelo blog e pela resposta.

  49. Conheço várias pessoas que superaram isso, e muitas que se afundaram feio.

  50. Olá, Urso

    A respeito da sua resposta, eu tb sou a favor da legalização, com restrições é claro, mais não tinha analisado o assunto do ponto de vista dos criminosos…
    Vc analisou muito bem a questão…
    É para se pensar…

    Um abraço

  51. Jen,

    Nunca vi ninguém se afundar só com maconha, se afundam geralmente com anfetaminas, pó e crack.

  52. Mas F.

    Eu nunca vi ninguém usar anfetamina, pó, ou crack sem usar maconha antes…

  53. Eu li algo sobre a Holanda estar repensando sobre o fato da droga ser legalizada em Amsterdã, porque o turismo decaiu e diminuiu muito, a cidade têm atraídos os doidões em sua maioria e isso afasta outros turistas que provavelmente aqueceriammais a economia na cidade.

  54. Se deixassemos de fazer as coisas pelo risco que implicam, não comeriamos hamburguer nem carne mal-passada, ou nossas veias entupiriam. Não sairia de casa, pois poderia ser atropelado por um ônibus. Afinal, as chances de uma pessoa morrer atropelada ou de colesterol são muito maiores do que pelos efeitos colaterais da cannabis.
    A maconha, não é como outras drogas, pelo simples fato de nascer no chão. Maconha brota da terra, não como outras drogas que são produzidas em laboratório. Se cada usuário tivesse a possibilidade de plantar dois pés em sua casa, não haveria a necessidade de compra. É fato que o tráfico é sustentado por outras drogas, principalmente a cocaína.
    A polícia, porém, está sempre engajada em fazer apreensões de maconha, os notíciarios raramente noticiam grandes apreensões de cocaína. Afinal, quanto mais grana rola, mais propina pra polícia.

    Assunto Paralelo: O povo brasileiro se afirma ignorante, ao achar lindo e vangloriar um filme onde as ações policiais são desumanas e humilhantes. O pior de achar bonito, é reafirmar a idéia de que o tráfico deve ser combatido de tal forma irracional. Será que temos de deixar de lado o que nos diferencia dos outros animais? (Razão)

    Outro dia continua…

  55. Gente, gente…

    Alguém aí falou na Holanda. De fato, lá os usuários que se declaram toxicômanos têm uma “carteirinha”, a qual garante que o governo lhes fornecerá a droga caso eles não tenham dinheiro para comprá-la, evitando assim roubos, mortes e coisas do gênero.
    Mas vocês acham sinceramente que isso funcionaria no Brasil??? O governo daqui não é capaz de acabar com A FOME; vocês realmente acreditam que ele poderia fornecer droga aos “doentes e pobres usuários”???
    Qual a realidade de vocês? Vocês acham que as pessoas passarão a ser mais educadas e instruídas só porque as drogas serão liberadas? Muito mais provável que isso vire uma tragédia social.
    Outra coisa: essa história que maconha é “natural” e, por isso, não faz mal, é “colóquio flácido para boi dormir”. Ou alguém aqui não sabe que a heroína, a mais destrutiva das drogas, é proveniente do ópio, uma linda plantinha “natural” do oriente??? Aliás, o ópio, sem os processos químicos da heroína, já foi capaz de quase arruinar a China antiga.
    Concordo plenamente com o Urso quando diz “talvez o açúcar refinado só prejudique o próprio consumidor, por exemplo, se você se entupir de açúcar, eu posso andar do seu lado – a uma certa distância – e nada acontecerá comigo”.
    O que o povo desse país precisa é de EDUCAÇÃO, e não de “drogas à vontade”.
    Abraços.

  56. Fê… veneno de cobra tb é natural… mas quem vai querer, rsrs?

  57. Pois, é Material! Esse é meu ponto! Beijocas para ti! =**

  58. Lesta, respeito sua opinião, mas discordo. Você está sendo extremista, é óbvio que tudo na vida envolve riscos, porém há os menores e os maiores.

    Em relação a maconha não ser como outras drogas, creio que você está equivocada, cocaína também vem do chão, da folha de coca. A maconha que a galera dos anos 70 fumava era diferente dessa vendida hoje, que é 10 vezes mais potente com a mesma quantidade. Quanto ao sustento do tráfico, no Rio de Janeiro se vende menos crack e mais maconha, pois os traficantes consideram o primeiro muito pouco rentável, o usuário morre logo…

    As chances de uma pessoa morre atropelada é muito maior, com certeza, simplesmente porque há muito mais carros do que maconheiros.

    Aos que acham que cigarro faz menos mal que a maconha, experimentem… Ao invés de fumar dois maços de cigarro, fumem dois maços de maconha… Peça para alguém nos avisar dos resultados, com certeza você não lembrará depois.

  59. Material,

    O ser humano tem fascinação pelo proibido… após a liberação com o tempo o consumo ia cair, até pq os impostos iam deixar a droga muito cara. Mas daí iria iniciar o ciclo de pirateação, as máfias paraguaia e chinesa iriam falsificar as marcas de cannabis, assim como fazem com o cigarro, mas isso é outra história, é problema da PF.

    O que quero dizer é que há drogas lícitas mais danosas que a maconha. O efeito que ela causa no corpo é menos nocivo que o alcóol, que costuma deixar as pessoas mais agressivas. SEm contar que há plantas alucinógenas que não são proibidas.

  60. Usro, cada dia mais você demonstra inteligência e capacidade para manter o bom nível do blog.

    Realmente vejo que você vai além dos conselhos sexuais, parabéns!

  61. Mais uma vez, curvo-me à sabedoria “Ursolina”. Perfeito comentário.
    😉
    (gente, para quem nunca comentou nada, acho que estou bem empolgada!)

  62. Material,

    A diferença do veneno pro remédio está na dosagem.

  63. PARABENS PELO POSICIONAMENTO, FANTASTICO, PELO POSICIONAMENTO E ARGUMENTOS CONTRA AS DROGAS E PELA ESCOLHA DO PALMEIRAS COMO TIME QUE EVITA A ESCOLHA DE OUTROS TIPOS DE DROGAS, HE, HE.
    ABÇS

  64. Proíbam o BIG Taste e liberem a maconha!!!

  65. A saúde pública agradece!!!

  66. Olá Cristiano, obrigado! Cara, vou dizer uma coisa, eu adoro responder a questões mais sérias, mas o povo me manda muito mais pergunta de sexo e relacionamento….

    Abraço do Urso

  67. Wagner… para você só desejo paciência… Será duro aguentar o palestra novamente campeão brasileiro!

  68. Eu sou um usuário esporádico da cannabis, e nem por isso me considero junkie.
    Realmente não sei se sou a favor ou contra a liberação do uso, acho meio paradoxal isso… porque tudo envolve inúmeros detalhes e consequências, desastrosas ou não, dependendo do lado que se olha. Nesse assunto fico em cima do muro. Olhando pelo lado prático, é claro que isso não leva a ninguém a nada e liberar o uso também não mudaria a situação do jeito que está, pra vir a se tornar as mil maravilhas.
    Não tem como nos compararmos aos países desenvolvidos favoráveis a isso, que já .tem uma outra ótica e prática. É óbvio que irmos pela mesma direção aqui seria algo desastroso, mais do que já é… do que tem sido.
    Cada um sabe dos seus limites e até onde pode ir com tudo na vida, não só com as drogas, cabe arcar depois com as consequências, sendo elas boas ou nem tanto.

  69. Urso, concordo!

    Pelo que eu entendi o Guilherme acha viciar e depois se tratar a melhor solução, parabéns pra ele! Espero que você tenha uma reserva em alguma clínica, só pra não ficar sem vaga… só quero lembrar que não existe ex-viciado, existe viciado em tratamento que é até o fim da vida. Achei ótima a colocação dele…

  70. mt bom u comentário!

    to raxanu du urso

    ´´Aos que acham que cigarro faz menos mal que a maconha, experimentem… Ao invés de fumar dois maços de cigarro, fumem dois maços de maconha… Peça para alguém nos avisar dos resultados, com certeza você não lembrará depois.´´

    mt bom u blog urseta!

    brassaun

  71. Não tenho opinião formada sobre o assunto mas gostaria de fazer algumas considreções sobre o tema :

    -na Holanda, alguns cidadãos considerados dependentes quimicos tem suas drogas “controladas ” e fornecidas pelo governo ( heroina,cocaina,crack e outras,) . A maconha não entra na lista , só é fornecida para fins teraupaticos aos doentes .
    é considerada droga leve e pode ser comprada em alguns cafés especiais , doses pequenas , assim como , cogumelo desidratado para chá e por que não… café, de diversas nacionalidades. É uma curiosidade e atração turistica de Amsterdãm.

    – a maconha , consumida em larga escala e por muito tempo..lesa sim… trabalhei com muita gente lesada …….

    – já tive e tenho alguns amigos que consomem…nunca fui descriminada por não fumar…
    “maconheiro de fim de semana ” geralmente é gente boa.
    – diferente do alcool e coca…a maconha não potencializa a agressividade de ningué, só lesa mesmo
    -o uso terapeutico da maconha é comparável a morfina e usado para aliviar a dor do cancer e outras enfermidades similares.
    – quando se diz que a amconha é uma droga “leve” é pelo potencial de causar depencia quimica…incomparável ao cigarro , ao crack. e a cocaína.
    claro, se vc fumar 2 baseados por dia…em 3 meses estara dependente, Se comer chocolate com essa assiduidade , vai virar chocolátra tb .

    e por fim….
    nosso país é continental , vizinho da Colômbia , e tem problemas sérios de segurança pública .
    Não é uma potencia européia como a Holanda, país pequeno , rico e civilizado.

    Portanto , uma coisa é a maconha.
    Outra coisa é o tráfico de drogas.
    Discrimlinalizar ?
    Não sei.



  72. Urso, você é realmente muito bom no ofício de blogueiro. Suas opiniões são sempre bem colocadas, não importa se concordamos ou não com elas – aliás, na maioria das vezes eu concordo plenamente, mas não tenho cacife para me expressar como você. Invejo sua franqueza e discernimento – inveja branca, claro. Fruto da admiração.
    Beijo carinhoso.

  73. Resumindo :

    Eu não uso pois “careta ” já tenho ataques de riso e de bobeira ..coisas que seriam amplificadas de uma forma patética pela maconha…

    mas …

    Usuários :
    use com moderação.
    se fumar não dirija.

  74. Em minha opinião este é um assunto complexo e serio…

    Não darei nenhuma opinião a respeito..

    Recuso-me a brincar com esse assunto…

    E não tenho conhecimento suficiente a respeito.

  75. muito bom parece ate que tu ja foi viciado…brincadeira meus parabens pelo comentario
    abraço

  76. Olá bruno, obrigado!

    Zé XY: grande abraço!

    Dani, fiquei muito contente com seus elogios. Muito obrigado e Beijoka do Urso.

    Porco Goianu, comente mais vezes, abração.

  77. Certa vez tive um envolvimento com uma mulher que era usuária dessa “inocente droga”… que de inocente não tem nada…Essa questão de desencadear a violência, acho que isso varia de pessoa para pessoa, e não de droga para droga… ela mesmo era casada antes e seu ex-marido ao fumar maconha as vezes resolvia sentar a porrada nela… assim como o alcóol, algumas pessoas ficam violentas, outras alegras, outras depressivas, etc. Acho que nenhuma droga é saudável, e há uma diferença muito grande em fumar maconha por fumar, pra “curtir um barato” e estar muito doente e ter que tomar um remédio tarja preta. Creio que ninguém consome o último pra ter um barato, e normalmente se o fazem é por uma necessidade muito grande. Além do mais, mesmo sabendo que essas drogas tem efeitos colaterais fortes, foi tudo estudado e visto que os efeitos de recuperação da saúde podem sobressair aos efeitos danosos, daí a tentativa. E quanto a maconha, o que se ganha fumando isso? Trocar sua saúde física e mental por 10 minutos de barato. Retomando minha história, ainda bem que, mesmo tendo envolvimento com essa usuária, não sequer provei a maconha, e não me arrependo nem um pouco disso, tomei a decisão correta. E compartilho da opinião da material, que todo usuário fecha os olhos e nem comenta sobre ela: QUEM USA FINANCIA O CRIME SIM, não tem pra onde correr…

    SDS

    Baiano

  78. No post anterior, ao invés de alegras leia-se alegres.

    sds

    Baiano

  79. Galera, para esse impasse todo aí e coloca um Bob pra tocar!rsrsrs

    F.34 A Dupon ia ter que acabar com alguns estados que vivem da plantação de algodão. Essa de fibra da maconha é conversa fiada, pura e simplesmente. Que dá fibra, estamos cansados de saber, usou-se no passado e descobriu-se novas tecnologias. O homem está sempre desenvolvendo materiais, sintéticos ou não. O fato é que, se quer saber, não se faz Jeans Sintético, Americano Cru, Brim etc , são as variações deste material à base de algodão, antes de virar a calça Jeans – aquela que você já deve ter dado o equivalente a um salário mínimo ou mais por uma que vem grudada em uma etiqueta de alguma grife famosa. Não é por ai né ?!?!?
    Todo mundo que usa algum tipo de entorpecente; quem usou, gostou e não se ferrou no uso não vai parar de usar mesmo! Estou escrevendo isso e tomando uma cerveja, gosto de álcool, sempre consumo e gosto do efeito dele. Quem Bebe, fuma, cheira, ou qualquer coisa, o faz pelo fato de que obtém prazer – barato, sensação agradável. Remédio e droga estão separados apenas pelo teor na maioria das vezes. Enólogos, apreciadores de bebidas, de cerveja como eu !?!? Disfarce ou sofisticação!? Gosto de experimentar cervejas, mas o fato é – se não tiver outra marca a ser degustada, eu tomo a que vende no buteco mesmo – a redonda, a quadrada a da garrafa torcida, sobre tudo a que tem álcool. Se não tiver álcool é melhor refrigerante!
    Penso a respeito – tudo traz no rótulo o modo de usar não é?!?! Use com moderação! A Buchinha vendida na esquina não tem rótulo, nem precisa – já é rotulada demais!
    Estamos cercados de drogas por todos os lados, conheço muita gente que não consegue ficar sem tomar refrigerante de cola (Só colocaria a marca das drogas se tivesse recebendo por isso).
    O que me incomoda nesta situação é a realidade do tráfico, não tenho a menor idéia de como resolver esta situação. Todavia , sou da opinião que de quem gosta que se entorpeça. Sugiro ainda, politicamente a plantação – agricultura de subsistência da erva, pois, se já esta fora da lei mesmo por que não? Usuário é 12 cultivador eu já não sei, mas se for pra entrar em cana não vai fazer diferença!
    Queria que o pessoal que usa, tivesse a consciência de não pegar um carro para dirigir, o pessoal que bebe também! Queria que os guinomos brotassem em trevos de 4 folhas e me revelassem o segredo da vida! Ops A bola bateu ! kkkkk,
    Falando sério, por que nunca houve antes a propaganda do Motorista da Vez? A lei seca prejudica as vendas? Ainda que se morda uma fatia menor a indústria tem morder não é? A merda toda é o humano , pudessemos colocar limites para ele deixaria de existir ! Um brinde aos que conseguem manter-se dentro dos limites sendo humanos! Vou tomar mais uma pra dormir! Grande abraço a todos!

  80. Oi Urso,concordo com vc !
    Nosso país já é uma bomba , prestes a explodir ,se liberar geral, com essa violência banalizada que vivemos,aí meu amigo ,aqui será a terra dos bárbaros…
    Concordo com vc ,vc pode ter vários tipos de prazeres na vida ,basta saber usufruir deles.
    Beijos urso.
    beijos ao pessoal do blog.

  81. Você disse tudooooooo
    Se já gostava dos seus posicionamentos, agora sou sua fã de carterinha, sou sua cabo eleitoral…rsss
    Urso para presidente!!!
    Agora falando sério…
    Sou irmã de um dependente químico em recuperação, e sei o que esta M…. é capaz de fazer com a vida de uma pessoa, com a vida de uma família…
    Graças a Deus e um esforço sobrenatural, meu irmão está limpo, e só Deus e ele sabe o quão é difícil se manter assim…
    Definitivamente não vale a pena o risco…
    Tudo o que o Urso disse é exatamente o que ocorre…
    Valeu!!!!
    Este posicionamento é sobretudo um serviço de utilidade pública!

  82. Billau,

    A Dupon não tem argumento contra o algodão porque ele não é alucinógino, diferente do canhamo. A maconha só naum está liberada ainda, porque naum houve lobby de industrias interessadas na sua comercialização, assim como foi feito o lobby para a sua proibição na déc de 30.

  83. A respeito das propaladas “propriedades” da mardita, eu conheço apenas a de levar o usuário à bobeira crônica e aguda e, em alguns casos onde o camarada começa a ter as produtivas idéias de se dar bem na vida sem fazer força, à cadeia!

    A resposta do Urso foi séria e contundente. Vc está certo, amado. Ainda conseguimos fazer coisas divertidas, de graça! 5 minutos de bobeira não compensam nenhum risco de passar o resto da vida com cérebro de brócolis!

  84. Li e Angel: obrigado por serem ursoletes fiéis! Beijokas às duas!

    Monamares: obrigado! Acho legal quando rola comentários de pessoas que passam pela situação. Beijoka!

    Hoje não ficarei por aqui!!! Abraço a todos!

  85. Não se trata de fazer apologia ao uso da maconha, uma droga ilícita que está nas mãos de traficantes e sua comercialização causa danos enormes a sociedade.
    Mas por que só a maconha é tema de descriminalização ? É diferente das outras drogas ?
    É igual ? É mais estudada e pode ser usada para outros fins ?

    As propriedades da maconha como uso terapeutico são conhecidas e comprovadas em pacientes terminais , aliviam a dor insuportável e “causam” uma sensação de bem estar , a famosa bobeira. Por isso, em alguns países podem ser “receitadas” por médicos.
    Atua como a a morfina, uma droga controlada que causa dependencia quimica.Quanto a outros usos creio que há estudos mas nada realmente comprovado.

  86. se bobear fumar orégano e comer pizza pra alguns dá é overdose! vai entender?
    concordo com o sr. urso, parabéns pelo blog!
    inté!

  87. Bruno,

    Não sei se o comentário foi para minha pessoa,
    Se não foi respondo da mesma forma…

    Nunca fui usuário de alucinógenos,

    Minha atitude advém do fato de ter perdido várias pessoas queridas, decorrente do consumo de drogas…

    E todos começaram com a “CANÁBIS”…

    Essas pessoas eram maravilhosas, inteligentes e sensíveis…

    Infelizmente, só conseguiam se soltar, ficar transparentes e se acharem, consumindo droga…

    Coisas da mente humana…

    Como já sou transparente, desencanado e loko, por natureza, nunca entrei nessa…

    Não julgo nem recrimino ninguém por isso, apenas aconselho e ouso na medida de que posso…

    Abraços

  88. Ursão,

    Um grande e fraterno abraço…

  89. Usando bem, que mal tem?????

    Se for radicalizar, vamos proibir o CIGARRO do mundo, que trás um vício físico, diferente da maconha.

    Se for mais fundo ainda, vamos proibir o álcool, que mata 100.000 vezes mais, arruina famílias….

    Adoro fumar um beckzinho com minha gatinha e fazer um amor daqueles arrebatadores……. Adoro fumar um com um amigo e ficar trocando idéias e dando risada de nossos erros e acertos…… Adoro fumar um para pedalar pela cidade as terças a noite por 30-40-50kms pela metrópole de Sp…… Adoro estar em maresias, final de tarde, frente ao mar, brisa no rosto, queimar unzinho com meus amigos, bater um futebol, e depois beber um GuaraViton…..

    Enfim…. usando bem, que mal tem????

    Abraços e bjks,

    Rally 69

  90. Ze, Big Bear, e demais amigos,

    Esse negócio de “todos começaram com a Canabis” não é verdade.

    Todos começam com vinho Sangue de Boi, cerveja, pinga coquinho, vodka, lança perfume e outros cheirinhos…… mas não é esse o ponto… vamos lá;

    Onde que se comercializa a maconha? No mesmo mercado onde existe outras drogas.

    Se vc vai fazer um churrasco e vai até o açougue comprar Picanha e não tem o que vc faz? Trás o que tem…. infelizmente o público desse mercado é jovem e inconsequente… não vamos ser hipócritas e querer dar a consciencia e atitude a um jovem entre 16 e 25 anos (generalizadamente falando…) em grupo. Sozinho ele pode ser bem esperto, mas em grupo acaba sendo levado por não querer ser o do “contra”.

    Agora vc imagina se nesse “açougue” só tem picanha, nenhum outro ingrediente, e na venda vc é cadastrado, etc etc etc…

    Não querer olhar a nossa volta a realidade apenas por não pertencer a esse “grupinho” é se excluir da sociedade.

    Eu sou a favor da legalização sim, assim como sou a favor de vc poder cultivar a sua erva, assim como sou a favor de acabar com o tráfico de qualquer derivado de cocaína e demais drogas que só trazem miséria a sociedade.

    Vc tirar a maconha da mão desses traficantes e trazer esses jovens para perto de vc e longe das drogas pesadas, eu acredito que seja o caminho…
    (agora tenho que trabalhar….)

    Enfim, essa é a minha opinião…

    Abraxxx a todos !!!!

    Rally 69

  91. Lá pelos idos dos anos 70, usava alcool, anfetaminas, maconha e etc… até que um dia… pirei!!
    Não, não era viciado, apenas fazia uso como diversão nos finais de semana. Resolvi parar com tudo pois percebi que não era aquilo que queria para mim. Passam-se os anos, me vejo casado, com filhos, uma família normal. Um sábado, as cinco da manhã, eu e a minha esposa fomos acordados pelo barulho do telefone, ela atende e se descontrola… desesperada começa a se vestir e falar para corrermos até uma avenida a uns tres quarteirões de casa, nosso filho do meio havia sofrido um grave acidente. Chegamos a tempo de vê-lo dentro e uma unidade de resgate do corpo de bombeiros que já estava se preparando para levá-lo para um hospital próximo, enquanto isso um policial me abordou e perguntou: É seu filho? ele acabou de atropelar uma pessoa e fugiu do local em alta velociade, vindo a capotar (e destruir totalmente) o automovel, nesse mesmo instante encostou outra viatura de resgate com o cidadão que foi atropelado por ele. Estava vivo, porem desacordado. Rumaram os dois para socorro médico, graças a Deus meu filho teve apenas escoriações e o outro rapaz quebrou a clavícola. Resumo da opera: O atropelado estava completamente bebado e desceu da calçada sem os devidos cuidados. Meu filho, nessa época, era fã do Bob Marley… e não teve reflexo suficiente para brecar/desviar do outro e acabou atropelando-o, sem o poder de raciocinio normal, imprimiu maior velocidade e não parou para prestar socorro. Sem a coordenação necessária e em alta velocidade, não conseguio fazer a curva, capotou e derrubou um poste de sinalização. Foram dias de angustia e desespero pelo outro rapaz que precisou fazer uma cirurgia e uma longa recuperação. Como toda ação tem suas consequencias, ele teve que responder um processo desgastante e custoso, além de ficar sem carro. Daquele dia em diante, nossas vidas mudaram e, para melhor, ele mudou seu gosto “musical” , agora só curte um “zeca pagodinho” na boa aos fins de semana nos almoços que faz , junto com a esposa, (logo depois disso começou a namorar sério) amigos e familia. Por essa e por outras é que pergunto: Será mesmo bom legalizar? Ou combater mais acirradamente o tráfico? Sabemos que o alcool é tão prejudicial quanto qualquer outra droga, mas essa já está tão difundida e é tão interessante economicamente que temos que conviver, mas para que arrumar mais problema?

  92. Sou uma usuária de finais de semana, mas meu pior vicio é o cigarro. Qualquer que seja a substância, o uso excessivo é o grande problema. Ser viciado ou não logo no primeiro experimento é uma questão de sorte. Cada organismo reage de um jeito e algumas pessoas nunca mais voltam a vida real por ficarem dependentes quimicamente.

    Brincar com a vida é algo bem burro. Sentir prazer é uma delícia, concordo com tudo o que o Rally 69 falou, também curto demais esta onda…, mas convenhamos, dizer que a maconha utilizada em doses cavalares não lesa… ahhhhhh isso lesa mesmo. E depois de um tempo, até mesmo a libido se perde… (por experiência vos digo).

    Sobre as vendas, infelizmente aqui no Brasil isto seria impossível. A Educação da nossa nação está deficiente e a saúde um caos. Conheço gente que já foi preso por vender “bala”, jovens de classe média alta que ficaram 1,2 anos preso. Começaram como se fosse uma brincadeira, vendendo para os amigos, mas a brincadeira era séria e o que resultou foi uma experiência bem triste para eles e para a família. Hoje estas pessoas ainda consomem drogas (mais maconha e dificilmente excstasy) porém não as vendem. Eram moleques que foram presos por bobeira enquanto os grandes traficantes estão em altas posições na sociedade.

    Ou seja, com entorpecentes não devemos brincar. Utilizar com sabedoria e saber a hora de maneirar/parar é uma maneira inteligente de se viver.

    Um beijo Urso, seus comentários sempre são muito coerentes. F34, concordo com você também… são diferentes formas de ver o mesmo problema: a destruição humana… Todos nos destruimos todos os dias, quer usando drogas ou não… triste realidade.

  93. Mais uma vez eu tenho que falar rsrsrsr
    Quando eu era nova eu tive contato com maconha namorei um menino que fumava mas nunca tinha experimentado, achava que não era a hora nem queria….
    Fumei pela primeira vez há uns dois anos atrás….
    Demorou para eu sentir alguma coisa (somente na terceira ou quarta vez)… mas honestamente…. não tem absolutamente nada demais… Não se faz nada que não queira, não dá pra perder o controle… nada…
    Fumar, curtir o momento… não pega nada…
    O que eu acho ruim são as pessoas que quando fumam desde cedo e ainda não tem maturidade e por isso acabam passando para drogas mais pesadas e algumas que ainda não tem estabilidade financeira acabam roubando para pagar o vício… Isso é trash…
    Tendo responsabilidade e podendo pagar…. fumar um não atrapalha em nada… pelo contrário…. é beeem legal….
    Tudo nessa vida tem que saber dosar… sabendo, que mal há…
    Realmente o que meu lindinho disse é verdade…. fumar e transar é absurdamente bom….

    Beijos

  94. Olá a todos!

    Penso que o tráfico da maconha seja tão viável e tenha tanta concorrência porque essa DROGA tem o valor alto, talvez por ser proibida.

    Se for legalizada de forma que se possa vender em bares, a preço de cigarros comuns duvido que tenha tanto interesse comercial por ela.

    Não resolveria o problema das drogas de um modo geral, mas talvez fosse uma despesa a menos nos cofres públicos, visto que desde criança acompanho noticiários de busca e apreensão de maconha, é dinheiro e mais dinheiro que se gasta na tentativa de acabar com o tráfico dessa “merda”.

    Podemos, quem sabe, geral receita com a legalização dela, visto os impostos e tributos, e aplicar essa receita no combate a outras mais pesadas.

    Se banalizarmos a maconha, produzindo e vendendo de forma legal e a preço baixo, ninguém vai querer matar e morrer por ela.

    Pra finalizar deixo uma pergunta no ar: – quantas pessoas vocês conhecem ou ouviram falar, que tenha matado alguém pra arrumar dinheiro pra comprar cigarros? E pra comprar maconha?

  95. Olá a todos!

    Penso que o tráfico da maconha seja tão viável e tenha tanta concorrência porque essa DROGA tem o valor alto, talvez por ser proibida.
    Se for legalizada de forma que se possa vender em bares, a preço de cigarros comuns duvido que tenha tanto interesse comercial por ela.

    Não resolveria o problema das drogas de um modo geral, mas talvez fosse uma despesa a menos nos cofres públicos, visto que desde criança acompanho noticiários de busca e apreensão de maconha, é dinheiro e mais dinheiro que se gasta na tentativa de acabar com o tráfico dessa “merda”.

    Podemos, quem sabe, geral receita com a legalização dela, visto os impostos e tributos, e aplicar essa receita no combate a outras mais pesadas.

    Se banalizarmos a maconha, produzindo e vendendo de forma legal e a preço baixo, ninguém vai querer matar e morrer por ela.

    Pra finalizar deixo uma pergunta no ar: – quantas pessoas vocês conhecem ou ouviram falar, que tenha matado alguém pra arrumar dinheiro pra comprar cigarros? E pra comprar maconha?

  96. Ola Urso Branco. parabens pelo seu posiciomaento em relacao as drogas. Eu sou totalmente contra a liberacao, mesmo da maconha que e considerada uma droga “mais leve “. Eu trabalho num desses fast foods, que diferente do atendimento ai, somos obrigados a tender o cliente com grande eficiencia, rapidez ( ate 2:30 minutos ) e um belo sorriso no rosto, independente de do horario do shift ( turno )e do famoso “cliente “. Usei essa expressao, porque ja atendi muitos clientes bebados, drogados e td mais.

    Uma cena que me marcou muito num dos shifts da madrugada, na qual eu fui escalada no dia, foi a seguinte:
    Um casal se dirigiu ao balcao e me pediu um copo de cafe pra cada um deles acompanhado de sanduiches.
    – Can I have a cup of coffee? posso ter um cafe ?
    e eu bem direta.. – What kind ? hot or Iced ? e eles dormindo em pe…./ I’m sorry, What kind of coffee woud you like ? e eles dormindo em pe ….ai veio a resposta….- I want french vanilla….o cliente fechou os olhos…deu um suspiro profunto e disse HOT. I want a hot coffee! ( eu quero sabor de baunilha e quente!.
    Bom eu nao preciso dizer que levou meia hora pra eles me descreverem o tipo de cafe que queriam cada um e os sanduiches e depois de tudo pronto. Eles me perguntaram algumas vezes quanto era e eh claro sempre antes de qualquer resposta, vinda deles eles tiravam um pequeno cochilo. e ainda depois que tudo estava terminado a ” garota “que tambem estava em pe junto do companheiro se abaixou correndo c/ a face pelo rosto do cara, peito e bigulim, ficando naquela posicao por alguns instantes, parecendo que ambos faziam sexo com os olhos,. ai se voltaram pra mim e me perguntaram do se eu havia feito o cafe e se eles haviam pago.
    Depois de algum tempo eles ainda permaneciam no local, dormindo c/ a cabeca em cima da mesa e acordando de vez enquando pra fazer aquela cenas onde um agarrava o outro e depois voltavam a dormir.
    Antes que alguem me pergunte o que eu fiz, como chefe, tenho que responder por tudo o que acontece, entao pedi pra que se retirassem algumas vezes e como nao fui atendida, chamei a policia que prontamente resolveu o assunto.

    Sei que o acucar, a farinha branca e tantas outras substancias tambem sao consideradas como drogas. O alcool e liberado, e todo o final de semana vemos um montao de caras caindo pelas tabelas,e fedendo e sendo alvo do ridiculo etc e tal. Eu tenho 2 filhos adolecentes, e nenhum deles usa qualquer tipo de drogas ( e claro que estou excluindo os acucares refinados, os farinaceos etc ). e desde bem cedo eles foram bem orientados em casa e na escola sobre os efeitos das drogas. Se a situacao ja esta do jeito que esta, com a proibicao, imagine se ela for liberada, qual o direto que um pai ou uma mae terao de orientar o seus filhos . – Eu pessoalmente, nao gostaria que a cena a cima e tantas outras que eu ja presenciei, fizessem parte da vida de meus filhos.

    Se a droga for liberada, sempre os traficantes inventarao algo mais potente que as diferencie das atuais, e sempre teremos algum sujeito menos avisado disposto a experimenta-las entao a bola de neve continuara crescendo e crescendo ….afinal morre um hoje e nascem cem amanha ….
    bjs

  97. Penso que o maior problema não está no que ao comprar drogas você sustenta. Hoje o tráfico tem uma estrutura maior que o Estado e uma capacidade de armamento melhor que o exército brasileiro. As pessoas deveriam ficar mais consciente, ao invés de ficarem viajando, para criar um lugar mais seguro para seus filhos. Se não se importa com os seus nem com os dos outros, infelizmente esse sujeito já está fora da sociedade. Veja como exemplo o Rio, lindo mas perigoso. Morar no Rio é mais perigoso que morar na Amazônia, diga-se mata fechada. Você fumando um baseadinho e o cara matando sua família no sinal, com a arma que comprou com seu dinheiro. Viaja com essa!!!!

  98. Sei, que posso estar sendo criticada, Sou mae e Amo meus filhos.
    Ha um mes atras, um dos meus sobrinhos de 18 anos usuario de drogas ( nao sei qual o tipo ) foi encontrado deitado numa calcada de Moema, pelado, fedendo, quase morto por uma outra minha sobrinha que tambem tem filhos adolecentes, e que o levou prontamente para um hospital, onde esta internado e fazendo a desintoxicacao. Penso que e um triste destino, pra quem mal comecou a viver .
    Ha mais ou menos um ano, a minha melhor amiga de S.Paulo, tambem perdeu um filho assassinado, porque nao tinha dinheiro pra pagar pela droga que ele usava e da namorada….e agora a minha Amiga e quem toma conta da filinha ( 2 aninhos ) do casal, porque a mamae c/ 20 aninhos hoje vive jogada por ai, drogada, e mal sabe o que diz e nem lembra que tem uma filinha….

  99. Tenho minha opinião formada qto a esse assunto….
    Primeiramente, fico extremamente irritada ao ver tantas notícias sobre violência, tráfico, acidentes, chacinas, queima de arquivo, corrupção, polícia e exército nos bairros……….MAS QUASE NINGUÉM FALA DOS USUÁRIOS…..Será que a droga já afetou o cérebro desse povo a tal ponto de eles NÃO PERCEBEREM QUE SÃO OS fomentadores do que está sendo noticiado?????
    É a história do “sujo, falando do mal lavado”
    Você não quer seu carro estourado e seu som furtado??? Não compre mais barato na mão de um esperto que vem te vender….
    Você se preocupa com essa onda de violência??? Não use drogas…invista em sua educação…..Pague um salário melhor a seus funcionários para que eles invistam na educação dos filhos deles…….
    Você vai a passeatas pela PAZ???? E fuma unzinho pra relaxar????
    Tenho colegas da faculdade que já não têm memória, não conseguem estudar…..
    Outro, não faz nada na vida se não tiver fumado “um” antes….diz que passear no Parque do Ibirapuera, tomar um chop com os amigos e jogar conversa fora sem ter fumado um, não tem graça…. E QUE GRAÇA TEM A VIDA DELE ENTÃO????!!!!
    E depois falam que a erva não causa dependência!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Só rindo mesmo…..

  100. Eu concordo co Urso,
    acho que a legalização da maconha
    tornaria nossa vida em um caos social …
    se sendo ilegal as pessoas ja fumam no meio da rua, como se fosse algo normal
    imagine legalizado???
    fora que os danos á saúde são irreparáveis …

  101. Sessão Nostalgia – Tapa na Pantera

    http://br.youtube.com/watch?v=6rMloiFmSbw

  102. Bom, o assunto como sempre é polêmico e as opiniões controversas.
    Acredito que as drogas não devem ser liberadas de forma alguma; só quem tem familiares, amigos ou vizinhos viciados e desesperados sabem o que é a co-dependência…
    É triste ver as pessoas das quais gostamos e amamos se destruindo e acabando com todos ao redor pelo puro desespero do vício…
    deixa de existir o respeito, o amor e para o dependente químico a única família é a sua droga (seja ela qual for…).
    O sofrimento não tem fim e tudo começou com as pessoas querendo “um barato” e acreditando que nunca ficariam viciadas, que isso é coisa de gente fraca e sem determinação pessoal…
    So sad…

  103. Urso:
    Adoro seu blog, este é meu primeiro post e concordo com você em gênero, número e grau.
    Droga é droga em qualquer lugar do mundo. Cigarro e álcool são legalizados desde que o mundo é mundo, na época que fumar era “chick”.
    Aqueles que acham que álcool não é droga, respondam por favor: Por quê serve a lei seca ao volante?

    Drogas não resolvem problemas, não te tiram da merda e não melhoram a sua vida. Apenas restringem sua capacidade de visão.
    As unicas pessoas que podem interferir em nossas vidas somos nós mesmos (cada um na sua e a opinião do Urso pra ajudar).

    A vida é muito frágil

  104. F.34, sou farmacêutico e com todo respeito, nunca vi tanta abobrinha sendo jogada de maneira aleatória em pouco tempo.

    Amigo, deixe de pesquisar no Google por pelo menos alguns dias e vá à alguma biblioteca de faculdade ler livros como As Bases Farmacológicas da Terapêutica, livros de toxicologia como os do Katzung ou Lourival Larini e ver o dia-a-dia dos enfermeiros, médicos e farmacêuticos que trabalham nos setores de oncologia, toxicologia e doenças oportunistas.

    Se o THC fosse pelo menos liberado pra estudos no Brasil, ótimo. Teríamos como estudá-lo até o ponto de encontrarmos a dose certa para o uso em paciente com HIV e neoplasias. Mas o cigarro da maconha, não. De forma alguma.

    Descriminalização da maconha é desculpa e defesa de quem leva tapa de PM à meia-noite na praça do bairro e está revoltado com a situação. E seus argumentos estão compatíveis com os desse tipo de pessoa.

  105. Fiz uma síntese do que escrevi, quem sabe o Billau entende agora.

    Vocês já assistiram ao filme “os intocáveis”? Pois é, o filme fala sobre o tráfico de alcool na decada de 30 (é, o alcool já foi proibido!!)e a violência causada por isso. Se faz mal ou bem a saúde é outra questão q a cada um cabe. Acho que as pessoas devem ter o direito de fazer o querem da propria vida.

    Vcs sabiam que a alface tem THC também, e agora???

    A maconha foi proibida em boa parte do mundo por disseminação dos EUA, que proibiu a maconha por motivos muito contraditórios. Dizem que na época haviam motivos políticos fortes em jogo, como por exemplo a disputa pelo mercado de produtos derivados do petroleo, o qual a fibra do canhamo ameaçava, já que até então era legalizado nos EUA e muita gente tava investindo nos produtos dervivados do canhamo com grandes plantações (pois os produtos derivados do canhamo são bastante duráveis e tem inúmeras aplicações). O próprio George Washington cultivava canhamo em terras estadonidenses e trocava relatórios de produtividade com com Mr. Thomas Jefferson.

  106. Bom dia, rapaziada e mocinhas! É a primeira vez que escrevo aqui. Mas o tema me chamou muito à atenção. Minha opinião sobre é: sabendo usar, nunca vai faltar. Tudo que for feito com responsa e consciência é válido. Agora me respondam: existe droga pior que salsicha enlatada? Abraço e parabéns URSO pelo blog. Sempre acompanho suas colocações sobre os anseios das pessoas.

  107. F.34, sessão nostalgia não, sessão REALIDADE, mas… tá certo… um dia, se deus quiser, voce chega lá!

  108. F., sem dúvida que as pessoas devem fazer o que quiserem… mas quando se trata de substância entorpecente, eu acho que tudo fica mais difícil… não é todo mundo que consegue segurar a onda, alguns por predisposição genética, outros por questões emocionais… se os danos causados por substâncias entorpecentes (incluindo o álcool, que é a que uso) ficassem apenas no corpo e na alma dos usuários, não teríamos as consequências conhecidas por todos em nossa sociedade…

    Não sei se a adicção advém apenas da proibição, pq temos adicção em comida, sexo, compras, remédios, web, há um vasto mundo de opções ao gosto dos fregueses…

    O que existe mesmo é o vazio existencial, uma puta dificuldade de lidar com ele, e geralmente os entorpecentes não ajudam… se o vazio não for encarado de frente, a solução sempre será uma substância mais forte…

    Em relação a uso medicamentoso, não há o que discutir… seu objetivo, consequências e controle, eu considero bastante viável…

    Eu percebo que vc veio falando da face obscura da proibição, de suas funções econômicas, mas o mundo sempre girou e vai girar em torno disto mesmo… em relação ao que quer que seja…

    Como não conheço o mundo das drogas, não tenho uma opinião muito embasada sobre o assunto, gosto mais de falar sobre o que vivi… se largar o cigarro já é uma dificuldade, não quero nem passar perto das outras formas de preencher meus vazios…

    Enquanto isso, a caravana passa… eu vou nela, rsrs…

  109. LIBERA LOGO ISSO AÍ MEEEEEEU!!!!!!!!!!

    Ou acabe com o trânsito dessa cidade (São Paulo).

    Porque pra manter a calma neste inferno, só fumando unzinho mesmo.

    Pam (Surto Total)

  110. Ah…

    Urso, valeu pela beijoka! Outra pra vc.

  111. Imaginem, começa-se por “legalizar” a maconha. Logo viriam as campanhas e pedidos pra outras drogas….
    A exemplo do álcool, todo dia vemos o mal que causa…porque é liberado e as pessoas não sabem fazer uso dele….Foi precisa a “lei seca”….porque pela simples conscientização nunca deu certo…..
    Se fosse possível liberar tudo com a condição que, todo e qualquer estrago advindo do uso de drogas não fosse tratado pelo Estado, para se evitar custos com a falta de responsabilidade alheia, tudo bem. Mas isso é impossível, éssa idéia é utópica. A Constituição garante ao cidadão que o Estado “irá cuidar dele” . Os danos provocados pela droga são gerados em cadeia. Não atingem apenas o usuário. Atingem toda a sociedade. E nós pagamos a conta!!!
    Absurdo total…..

  112. Tem uma coisa que eu não entendo. Por favor, ajudem-me!

    Parece comum dizer e aceitar que nunca usou ou é contra o uso de drogas ilícitas. Entretanto, com o álcool parece que o papo é outro. Aceita-se, admite-se que usou, admite-se que usou bastante e (nem sempre explicitamente), vangloria-se disso. É bom beber? E beber muito? Não faz mal para a saúde? Por que importa dizer aos outros sobre os porres já experimentados?

    Qual a diferença entre o álcool e outras drogas? E aquelas que encontramos em farmácias?

    http://trink.wordpress.com

  113. Rsssssssssssss, só o Urso prá me fazer rir em plena TPM e com direito a cólicas. Rs. A última frase foi demais. Demais mesmo!
    Posso parecer reacionária e preconceituosa mas DETESTO usuário de droga. Os burguesinhos então… enchem a cara de tudo o que não presta prá ainda achar que são o supra sumo. Odeio maconheiro, cocaíneiro, crackeiro e seja lá o que for. E aqueles que usam e dizem que estão “curtindo a vida” Que jeito besta e burro de fazer isso, não?
    Beijos em todos.

  114. E concordo que o usuário de qualquer tipo de droga , em caso de crime cometido tenha a pena dobrada, triplicada, quadruplicada. Muito fácil encher a cara , aprontar e culpar a substância. Fácil, cômodo e covarde.
    Beijos

  115. Só a título de ilustração, para entendermos a dinâmica do lobby nos EUA, que reflete diretamente em nós e no restante do mundo:

    Frase

    “Eles [a FDA] tentaram dizer que 10% de açúcar na dieta era razoável, mas a indústria brigou e insistiu em 25%. Isso não é informação científica, é informação política, negociada com a indústria”
    MICHAEL POLLAN
    jornalista americano, autor de “Em Defesa da Comida – Um Manifesto”

  116. Noel,

    Nunca ouvi falar em alguém que rouba e mata pra conseguir maconha ( digo entre usuários), já qto ao crack não posso dizer o mesmo. Qual é a relação da maconha com o crack…. o mesmo traficante que vende crack vende a maconha também, sabemos que com isso as demais drogas geralmente caem em uso posterior à canabis. O que defendo é uma lei sustentável que sugira no mínimo uma separação da maconha de drogas potencialmente mais fortes e prejudiciais.

  117. Caros, passei muito rápido apenas para deixar registrado uma peculiaridade deste post, percebi que a maioria dos adeptos ao cigarrinho do capeta só se manifestou hoje! O post está aí desde ontem… Levou um tempinho…rs

  118. Bruno Maeda,

    Como cientísta me diga qual o impacto do alcool no organismo humano e na sociedade, se possível faça um comparativo com a maconha, eu disse maconha e não abobrinha.

    Se vc naum entendeu o que escrevi, vou esclarecer estou colocando meu ponto de vista político sobre o assunto e não científico. RELEIA TODOS OS MEUS COMENTÁRIOS E TENTE INTERPRETÁ_LOS.

  119. Bruno,

    Onde vc achou minha ficha criminal………….rs

  120. Bom, creio que a legalização da maconha é o caminho certo. Vender em farmácia mesmo, pois a maconha é a droga que faz menos mal. Na verdade a maconha é um calmante natural. Pessoas que tem problemas como ansiedade, se sentem mais calma com uso. Mas como toda droga, seja ela sintética ou não, deve ser usada com moderação. Penso que os maiores traficantes do Brasil são nossos politicos. O avanço desordenado do crak se deve a imunidade parlamentar e porque muita gente ganha muito dinheiro com isso. Falo na imunidade parlamentar porque um politico pode passar com sua maleta cheia de pasta de coca por qualquer aeroporto do Brasil, que certamente não será perturbado. E as vezes uma pessoa qualquer engole alguns bolinhos com coca e a policia pega. Basta analizar e verá que o problema não é social é politico. eles querem ver o povo burro, drogado e alienado. Tipo escravo de um sitema podre.

  121. Alguém aki era vivo na época do veneno da LATA………kkkkkkk

    1985 – um navio solta um monte de latas cheias de maconha no litoral brasileiro.

    Lenda – todo mundo queria o Veneno da LATA, neguinho vendia até estrume de vaca e falava que era da LATA, faturavam uma grana . Não sei como lembrei disso…..rs

  122. kkkk, Urso, realmente, os usuários da maconha somente responderam hoje…

    O pior é que é verdade, a gente fica lento lento…, prejudica demais no desempenho profissional e até mesmo pessoal… Infelizmente, droga é droga, e o ser humano é um ser auto-destrutivo, haja visto o que estão fazendo com a nossa natureza…

  123. Ah, o da LATA !!

    Humm, levar o estrume e achar que era da LATA, só se tivesse estrume na cabeça.

  124. É do conhecimento de todos que a “erva” não é pura, vem misturada com coisas menos “nobres”, tipo… bosta de vaca!! e outras coisinhas mais… e, a informação de que essas substâncias misturadas a ela, uma seria o crak, porque? porque vicia mais rápido, dá um barato maior e consequentemente maior procura. Claro que a quantidade é pequena, mas não o suficiente para deixar de causar dependencia com seu uso constante. Se é verdade ou estória pra boi dormir, não sei! Mas a informação procede, pois um usuário de crak morre logo, o da maconha consome durante mais tempo e abrange maior numero de usuários. É pra se pensar. Essa noticia saiu dia desses num jornal que li.

  125. Estou aguardando a chegada das tropas de Napoleão Bonaparte…………………….o.O

  126. Estrume foi o modo encontrei para expressar da PAIA.

  127. CARO URSO
    JA QUE VC DEU O AR DA GRAÇA POR AQUI MAS DO QUE O COSTUME,TBEM QUERO UMA BJK SUA…EU TBEM AMO MUITO VC

    AGORA SOBRE DROGA PUTS NAÕ ENTENDO PATAVINA ….AH URSO TAVA ESQUECENDO E VIVA O VERDÃO

  128. F.34
    (O ser humano tem fascinação pelo proibido… após a liberação com o tempo o consumo ia cair.)………….CIGARRO NÃO É PROIBIDO E NÃO CAIU O CONSUMO…………..BEBIDA NÃO É PROIBIDO E NÃO CAIU O CONSUMO

  129. Fernanda,

    São substâncias diferentes, digo por mim, já usei as três só não consigo me livrar do cigarro. Acho que o THC causa menos dependência que a Nicotina e o Alcool, o vício depende de outras variáveis também, nenhum fator é constante.

    Qdo escrevi isso me referi ao ato “transqressor” dos adolescentes , o “glamour” que existe em cometer um pequeno delito cairia por terra, se o uso fosse regulamentado. Com essa regulamentação evitaríamos a frequencia desses adolescentes nas “bocas de fumo”, onde eles acabam comprando outras drogas com potencial de destruição maior.

  130. Existe uma diferença entre legalizar e descriminalizar a maconha
    Legalizar seria vender legalmente em farmácias, bares, supermercados, assim como o cigarro, o alcool e o resprim.
    Descriminalizar, seria não tornar crime o uso da mesma ( não estamos falando em traficá-la e sim e utilizá-la).
    (Nefe meu lindo me corrija se eu estiver errada)
    Neste caso, sou a favor sim da descriminalização.
    Quanto ao seu uso, tanto a maconha, como o alcool, o cigarro ( a minha droga ), os remédios, a cocaína, ambas atuam perniciosamente no organismo, cada uma á sua maneira. Daí, viciar-se ou não, concordo com o urso, depende do organismo, da sorte e também de o quanto a pessoa está vulnerável e quais as razões que a levaram a usar a droga, se por fuga, curiosidade, diversão, falta de personalidade, sendo que cada caso apresenta a sua peculiaridade.
    Sobre a legalização da erva, teorias que dizem que se ela for legalizada, acabaria com o tráfico, com a violência. Sinceramente não tenho muita bagagem para este assunto, existem países em que a legalização funciona, Holanda, se não me engano Austrália também, mas são paises onde “coisas” costumam funcionar. Já em um pais sério como o nosso ( estou sendo sarcástica tá) não sei se funcionaria.

  131. Não uso e nunca usei, não vale apena.
    São subastâncias que causam dependência…
    Que trazem danos ao usuário e a sociedade…
    Por drogas muitos morrem e matam…

  132. PESSOAL…
    SE DROGA FOSSE RUIM NÃO VICIAVA..
    A GENTE VAI MORRER DE QUALQUER JEITO..JA PENSOU QUE COISA MAIS INFELIZ.
    NASCER PROGRAMADO PRA ACABAR??’
    TUDO QUE VC FAZ NÃO VALE A PENA…VAI TER FIM..DURANTE EH BOM?? ATINGIR METAS EH BOM??CURTIR A VIDA EH BOM?? CLARO Q EH!!!
    QUAL A DIFERENÇA ?? USAR ALGO PARA PRAZER MOMENTANEO…..E TRABALHAR EM Q VC GOSTA SABENDO Q VAI BATER AS BOTAS A QUALQUER MOMENTO???…
    ENTÃO FILHOS USEM DROGAS …NA HORA TBM EH BOM..EH COMO A VIDA.. DEPOIS VAI TODO MUNDO PARA DEBAIXO DA TERRA DE QUALQUER JEITO…..HUAHUAHUAHUAHUA….NÃO FAÇO APOLOGIA AS DROGAS!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  133. DANI.. HAEHuahEUheAUehaUEhUAEhAUEhAUEhAUEhAUEh

    Urso
    Concordo com vc, se droga fosse bom, não se chamaria de droga, rs.
    Mas já provei um “tapa na pantera” e não é tudo isso que falam (pq tb vai deorganismo) e óbvio, se a erva é “pura”. Ja fumei algumas vezes, mas não curti tanto assim, experimentei bastante coisa já, mas o meu negócio mesmo era o alcool, HAeuhaeuhAEUh. Hoje em dia estou controlando, to parando de bebe pq a situação era braba, era 51 na véia, acompanhada de rosinha, 21, dentreo outras várias, rs, (é, eu gosto de pinga mesmo ¬¬’) por isso to parando, 4 anos tomando destilado é foda.
    Mas sou a favor da lei seca, e acho que ainda é poco o que eles estão fazendo, deveria ter muito mais blitz, pois ainda conheço gente q continua bebendo e saindo de carro, só sou contra em certo ponto da lei seca, pois eles montam essa puta operação e sem estrutura, pois eles cortaram o transporte dos consumidores de alcool, deveriam colocar 60% de onibus em circulação durante a madrugada inteira e o metrô tb, (ou seja, transporte 24hs, sem conta que abria portas para o emrpego), mas ai tb, é outro assunto.

    Bom, na verdade não sei se a maconha deve ou não ser legalizada, eu sei q se fosse legaliza, o Brasil não “aguentaria” as consequências que a legalização traria, pois este país não tem estrutura para isso.

    Aew Urso, mals a ausência ai, tipo, eu li o seus posts mas num comentei, HAUEhuaE, tava sem tempo, mas é isso,

    Abraçoooooowww Urso.. e pros demais leitores tb.. ^^

  134. eu acho que deveria legalizar,a maconha e tao prejudicial quanto o cigarro ou uma pinga,e considerada uma droga de baixa toxicaçao…
    legalizando,iria aumentar os empregos,comercios,por consequencia os impostos sobre esse produto seriam altos,daria para converte na educaçao e na saude,e so fazer as coisas com boa vontade,e sem burocrasia e todo o brasil ia ficar cotente….(quem sabe se nao dava para pagar a divida externa so com os lucros que esse alucinogeno daria)…….

  135. na holanda(acho que e la)exitem praças ,bares,proprio para o uso(e la nao e so maconha nao),o turismo,depois ,do legalyze,aumentou muito…
    acho que (fugindo um pouco do assunto)deveriam,legalizar cassinos tambem,prostituicao,jogos do bicho,bingo,etc..ja que tudo isso com legalizacao ou sem legalizacao funciona,cade a democacia?
    os problemas do nosso pais ,sao em geral os politicos sem visao,eles nao sao apenas desonestos,sao burros ,acomodados,e preguisosos,ja prestaram atençao que o brasil para aprovar ou nao um projeto,demora para caramba,uma burocracia sem igual,por isso eu falo tomem cuidado em quem vcs forem votar,aproventem o gancho do assunto……….

  136. PERFEITO, URSO!!!

    Todas as drogas (incluindo, álcool e cigarro) deveriam ser proibidas.
    tudo que faz mal, ou altera a personalidade da pessoa, deveria ser proibido ou pelo menos, mais restrito.
    Não vou dizer que nunca bebi, antigamente, era de lei, virada do ano, encher a cara. Hoje vejo que era pura babaquice. Foda que agora sou MAE entao, como o URSO que passou por um susto e parou de andar a 180km/h, ser mae me abriu os olhos pra ver que o que as tentaçoes que aguardam meu filho, pela vida, sao muitas e que se o exemplo nao começar de casa, fica um pouco pior.

    Foda eles implicarem com o estabelecimento (bares) que vende alcool ao menor, e nas prateleiras do mercado estarem la, pra quem quiser comprar.
    Outro dia vi um menino que nao tinha mais de 10 anos comprando uma CANINHA DA ROÇA, no mercado. Pior que agora eles fazem em garrafa, de plastico, igual a de refrigerante.. Me deu uma raiva. Quem garante que era realmente pro pai da crianlça, como um dos funcionarios estava defendendo.

  137. Dani,

    Vc é igual eu, tb naum faço apologia, mas vamos nos juntar comprar umas armas, uns 2 kg de maconha e tomar a biqueira de cima!!

  138. Urso…vc me mata de orgulho cara!! Que paciência pra responder certos comentários..e a criatividade então, nem se fala! Adorei sua resposta, viu? Adorei e concordo com o seu ponto de vista.
    Sou fã do P.a.U de monte, cara…Bjks!!!

  139. F 34…EH TUDO NOSSO…HUAHUAHUAHUA…

  140. uhHUHUHUHUahuA

    A DANI I ESSE F34 TAUN DISPÔ HEIN?

    HUauhahu

    parabéns urso!
    bela opinião!

    concordo plenamente com vc…

  141. O TRÁFICO MATA MUITO MAIS QUE AS DROGAS!!!
    URSO, COM ESSE SEU TÍPICO CONSERVADORISMO VAI SER CADA VEZ MAIS DIFÍCIL DOMINAR O MUNDO, MEU CHAPA.
    F.34 ESTÁ MUITO BEM MELHOR INFORMADA.
    LAMENTAÇÕES AOS DEMAIS.

  142. Por acaso , ontem a noite assisti no Jornal da Globo uma matéria da série : ” A epidêmia do crack “.
    Trata exatamente disso.
    Quando um curioso ou usuário vai tentar comprar maconha, entra no mundo dos traficantes e é apresentado a drogas mais fortes, por exemplo, o crack.
    Ou seja, um tonto vai comprar maconha , o traficante oferece crack e outras cositas e esse tonto, se aceitar, está literalmente estará ferrado….
    Afirmar que um jovem nunca, jamais…vai fumar um back na vida é irreal.
    O problema é que o tráfico realmente é muito mais perigoso do que a maconha. em si.

  143. Baseando-se no sucesso americano de combate e guerra contra as drogas, só me resta uma constatação.
    Se é para fazer direito, internalizando os riscos, que se faça via Estado.
    Crie-se estações de utilização e tratem a droga que vai se consumir.
    O problema, em última análise é adequar esta realidade à nossa.
    Se nem saúde que é direito universal e irrestrito, previsto na constituição, conseguimos prover de maneira satisfatória, pelo menos no que concerne aos atendimentos primários, que diria de centros de utilização de drogas e ressocialização.
    Não tenho nada contra drogas, nem a favor.
    Sou contra qualquer manifestação de violÊncia.
    Seja ela dos moçinhos ou dos bandidos.
    Tudo fede.

    Quem se esbaldou com o Tropa de Elite, não sabe a hipocrisia contida no tratamento dispensado à população atendida pelo BOPE.

    Não é por aí o caminho.
    Por isto que meu voto sempre seguirá quem propõe educação para consertar a nossa sociedade.
    Mas fazer isto é tão difícil, tem que deixar de agradar tanta gente de barriga cheia e agarrado na teta.
    É complicado.

    O problema das drogas, assim como o de todos no nosso Brasil, é sistêmico e interligado à um montão de outros problemas igualmente densos e profundos.

    Um abraço para os de boas idéias que pensam num país melhor.
    Tilelê

  144. Tilelê,
    antes de mais nada,
    um beijinho pelo outro post ….

    Hoje acordei com a notícia de que,
    40 %…pasmem…40 % de nossa gasolina
    UMA DAS MAIS CARAS DO MUNDO É ADULTERADA
    E PROIBITIVA PARA USO EM AUTOMÓVEIS…
    OU SEJA;;;;
    4 em cada 10 postos, podem ter qualquer coisa menos gasolina,
    4 em cada 10 carros, podem ser abastecidos
    de forma ILEGAL !!
    Se existe máfia, crime, tráfico de gasolina….
    CRIME !!
    Que país é este ?
    O que podemos esperar de coisas ilegais tais
    como drogas,pirataria etc ?
    O que é legalizado já tem máfia e vive dentro da criminalidade……………..
    p´roxima parada……………..get out !!

  145. Vocês acham mesmo que a polícia, o Estado
    vai dar conta do Tráfico de Drogas ?
    NUNCA !! eles não conseguem garantir a nossa
    gasolina !!
    Portanto…
    talvez a descrimilização seja uma saída razoável,
    embora polêmica.

  146. Que a maconha vire ingrediente de homeopatia,
    vá para as prateleiras como remédio tarja preta,
    ou melhor verde,por que o potencial de dependencia quimica é menor que um LEXOTAN da vida,
    seja cultivada por biólogos , gente de toquinha e l luvas s brancas…seja exportada com selo ISO e
    todo mundo CLT (trabalhador com carteira ).
    Que nossos filhos não tenham que conviver com traficantes malditos se quiserem experimentar “uma droga” numa festa de faculdade …e se quiserem,
    que seja a maconha…não a coca, ou exctasy ou o maldito crack !!
    Urso, respeito sua posição mas vc está muito mal informado !!
    E por falar em posição…não me pronunciei no começo pois a resposta do Urso foi muito unilateral…
    MAS ACHO QUE A POLÍCIA TEM MUITO O QUE FAZER,
    prender pedófilos, traficantes de drogas pesadas,
    a máfia da gasolina….
    a maconha…..pelo amor de Deus…………
    só quem tem um pouco de vivência prá saber que bebida e cocaina fazem um estrago desgraçado e a maconha é uma bobagem perto disso….
    agora….
    a MACONHA BOTA O SUJEITO NA ROTA. das drogas…
    SE TIRARMOS A MACONHA DA ROTA …..
    quem sabe ?

  147. Juju,

    E também é um perfume muito xique, que quero comprar:

    Cannabis Rose
    Fresh
    http://www.fresh.com

  148. Tilelê,

    Não pense que estou te perseguindo, nada disso, é que gosto de debates com vc, por favor naum leve pro outro lado.

    Qto ao seu comentário sobre os EUA, vou te dizer.

    Os americanos se preocuparam muito com a procedencia da droga, ou seja, combateram os produtores da Colombia, Jamaica etc……… E sabe o que concluíram recentemente……..que os próprios estavam produzindo domésticamente as drogas, o cultivo de cannabis chega a ser comparado ao do milho. O número de usuários não caiu, o tráfico é se reconfigurou, ao invéz de receberem aviões carregados de pó da Colombia, eles estão cultivando a Coca em solo americano.

    Por essas e outras é que deveriam regulamentar o comércio e o uso de drogas, porque a oportunidade de negócio é muito boa e lucrativa, é especulativa tanto qto o mercado financeiro, o preço cresce conforme a necessidade do cliente, não existe uma etiqueta com código de barras rastreando o produto e seu preço.

  149. Quanta merd@ leio neste tópico…

    Já não chega que temos que conviver com os efeitos danosos do álcool…

    Liberar geral alucinógenos…

    O mundo será uma maravilha…

    Totalmente amoral…

    Totalmente sem sentimentos…

    Totalmente sem respeito…

    Totalmente sem liberdade…

    Já não chega vivermos enclausurados em nossas próprias residências e a bandidagem livre leve e solta sem correr riscos…

    Vocês já moraram em Amsterdam????

    Sabem como é a vida lá???

    PAREM DE ESCREVER MERDA POR AQUÍ.

    Esse fato narrado dos EUA não é verídico…

    Isso lá é coibido…

    É crime hediondo…

    Os Americanos podem ser tudo, mas são nacionalistas e preservam suas famílias…

    São vigilantes e isto não sairia despercebido…

    PAREM COM ISSO, VIAGEM, MOREM UNS TEMPOS EM USA…

    CHEGA DE MERD@.

  150. Zé,

    Em que ano vc morou nos EUA, onde vc morou……..esse fato foi publicado se não me engano na Folha.

    Vc no início do post disse que naum ia comentar porque naum tinha argumentos, porque vc escreveu agora, se vc naum tem embasamento naum escreva. Quem tem escrito Merda é vc.

  151. Tenho acesso a imprensa escrita e falada, não preciso fazer viagens comprobatórias. Aliás esse é o papel dos veículos de comunicação : encurtar as distâncias.

  152. Se quizerem checar a informação é só googar,,,,,,,,,,

    Eis uma dica

    http://www.growroom.net/board/index.php?showtopic=28108&pid=410553&mode=threaded&start=

  153. Leia Zé

    Maconha é o cultivo mais rentável dos EUA
    Publicidade
    da Efe, em Nova York

    Contra todas as previsões, e escapando das proibições, o cultivo de maconha nos Estados Unidos tem crescido de maneira destacada nos últimos 20 anos para se transformar no mais rentável do país –com uma produção anual de US$ 35,8 bilhões. É o que diz um estudo elaborado por Jon Gettman, líder da Coalizão para a Requalificação do “Cannabis”. O relatório revela que a maconha é a colheita que mais dinheiro gera no país –acima da soma da receita do milho e do trigo.

    A associação se dedica a tentar tirar da clandestinidade a maconha. O objetivo para 2007 é reabrir o debate sobre a legalização do uso médico da droga no Congresso dos EUA. Os dados da associação afirmam que a maconha é o cultivo mais rentável em 12 Estados do país –uma das três colheitas que geram mais renda em 30 Estados e uma das cinco primeiras em 39 Estados.

    A Califórnia lidera a produção, com 3.800 toneladas (quase 40% do total do país). O Estado abriga 13% dos consumidores freqüentes de todo o país. A colheita californiana supera em valor a soma da de uvas, verduras e feno. O cultivo no Alabama supera o de algodão. Na Geórgia, movimenta mais dinheiro que o de amendoins. Na Carolina do Sul e Carolina do Norte, é maior que o do fumo.

    O estudo é baseado em números oficiais do governo americano obtidos em relatórios de diversas agências federais. Agora, Gettman e sua associação pretendem reavivar um assunto abandonado desde 2002, época da última tentativa frustrada de legalização da maconha com fins médicos.

    O Tribunal Federal de Apelação do Distrito de Columbia deu a razão ao Departamento Americano Antidroga (DEA) e rejeitou a solicitação da coalizão para que a maconha saísse da lista de substâncias controladas para seu uso terapêutico. No entanto, Gettman alega que a produção de maconha cresceu dez vezes nos últimos 25 anos, alcançando uma produção de 10 mil toneladas anuais. O crescimento se choca com os esforços do governo para acabar com o cultivo.

    Em 2005, as forças policiais americanas só conseguiram confiscar 282 toneladas, menos de 3% do total. “Após o fracasso dos planos de erradicação intensiva, chegou o momento de considerar seriamente a legalização da maconha nos EUA”, diz o documento, acrescentando que “a maconha se tornou uma parte onipresente da economia nacional”.

    O relatório sugere que a legalização do uso terapêutico deixaria nos cofres públicos uma elevada soma de impostos. O dinheiro serviria, além disso, para compensar o custo social e sanitário de seu uso para outros fins. A coalizão pede que o governo considere o fato de que a ilegalidade da droga, a mais usada pelos americanos segundo o DEA, leva grandes quantidades de dinheiro para quadrilhas criminosas.

    Na opinião de Gettman, o valor da “erva” aumenta pelo fato de sua ilegalidade dificultar a produção e distribuição. O estudo avalia em US$ 3.500 o valor de um quilo de maconha. Segundo os documentos policiais, o preço na rua varia entre US$ 4.500 e US$ 9.000.

    Apesar das dificuldades, Gettman e sua associação não perdem a esperança em 2007. Eles já trabalham para reabrir o debate nas instituições do país.

  154. Zé quando vc muda pros EUA para se atualizar……….vou fazer uma despedida pra vc……kkkkkkkkk

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u15789.shtml

    Maconha é ‘maior produto agrícola’ dos EUA, diz acadêmico; assista

    Luis Fajardo
    Da Califórnia

    Cortesia: Depto de Justiça da Califórnia
    Autoridades erradicam plantação de maconha na Califórnia
    Nem o milho nem o trigo: em valor comercial, o principal cultivo dos Estados Unidos é hoje a maconha, segundo um estudo apresentado por um acadêmico e ativista americano.

    Segundo levantamento feito por Jon Gettman, PhD em Política Pública da George Mason University, na Virgínia do Norte, e líder da Coalizão para Reclassificação da Cannabis, a produção do cultivo de maconha no país é estimada em US$ 36 bilhões anuais e o país está deixando de ser um consumidor da droga para se converter em um importante produtor.

    Apenas na Califórnia, o principal Estado produtor de maconha, o valor comercial das plantações erradicadas chegou a US$ 6,7 bilhões em 2006, segundo cifras passadas pelo Departamento de Justiça da Califórnia à BBC.

    VejaAssista à reportagem sobre o cultivo de maconha nos EUA

    Para ter uma idéia da importância comercial dos cultivos americanos da erva, basta destacar que um relatório do Serviço de Investigações do Congresso americano estimou que a contribuição do narcotráfico para a economia da Colômbia chega a 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) daquele país, ou cerca de US$ 2,5 bilhões – uma cifra equivalente a menos da metade do valor estimado da plantação californiana de maconha.

    Entretanto, o baixo valor monetário do narcotráfico colombiano se explica pelo fato de que a cocaína produzida na Colômbia adquire a maior parte de seu valor agregado após ser exportada.

    Até chegarem ao consumidor final americano, o valor comercial final das drogas produzidas na Colômbia será substancialmente maior.

    Mesmo assim, as cifras sugerem que os Estados Unidos são uma potência crescente em cultivos ilícitos, e que seu papel na indústria global do narcotráfico não se reduz ao de simples consumidor.

    Cultivo crescente

    Armado com um fuzil automático, o capitão Kevin Mayer não é o típico guarda florestal de aparência inofensiva e sorriso amável para os turistas que patrulha os parques naturais dos Estados Unidos.

    Mayer passa os seus dias percorrendo o Bosque Nacional da Serra, uma reserva natural de mais de um milhão de hectares a meio caminho entre as cidades de Los Angeles e San Francisco.

    Apenas na Califórnia, o número de plantas de maconha destruídas passou de 313.776 em 2001 para 1.675.681 no ano passado.

    O relatório anual antinarcórticos do Departamento de Estado afirmou que os Estados Unidos cultivavam 10 mil toneladas de maconha em 2005, frente a 5 mil importadas do México e do Canadá.

    “Creio que (as plantações de maconha) continuarão aumentando, se expandindo em direção ao leste e ao longo dos Estados Unidos, e ao norte em direção à fronteira com o Canadá”, ele disse à BBC. “Há muitos lucros no negócio.”

    Cap. Kevin Mayer: ‘Há muitos lucros no negócio (da maconha)’

    O problema descrito por Mayer foi recentemente analisado pelo acadêmico americano Jon Gettman, para quem a maconha é, em termos de valor de sua colheita anual, o maior cultivo dos Estados Unidos, superando o milho e o trigo combinados.

    Conhecido estudioso e ativista a favor da reforma das leis antidrogas, Gettman utiliza o argumento econômico na principal campanha da Coalizão para Reclassificação da Cannabis, um grupo defensor do uso terapêutico da maconha.

    Prós e contras

    Assim como alguns justificam a existência de cultivos de coca nos países andinos por sua importância para as tradições locais, na Califórnia não falta quem diga que a maconha é parte da cultura da região, especialmente desde os anos 60.

    E uma parte do eleitorado do Estado tolera o cultivo, desde que em certas condições. Depois de um referendo em 1996, as autoridades californianas legalizaram o consumo e o cultivo da erva em pequenas quantidades para fins terapêuticos.

    Mas em outros setores da população, especialmente em comunidades rurais e conservadores, a oposição ao cultivo continua sendo radical.

    Um porta-voz da Agência Antidrogas dos EUA (DEA) disse que não poderia confirmar a escala da colheita nacional de maconha. Estima-se que apenas 10% dela sirva a propósitos medicinais.

    Como ocorre em países andinos, como Colômbia, Peru e Bolívia, um dos maiores focos do crescimento ilícito na Califórnia tem lugar em parques e reservas naturais, onde o isolamento físico e o caráter de espaço público dificultam a perseguição dos responsáveis.

    As autoridades da Califórnia disseram à BBC que não empregam fumigação aérea contra as plantações, por considerá-las nocivas às condições ambientais nesses parques naturais.

  155. Como alguns falaram ai em cima, a proibição da maconha NÃO foi devido ao EUA foi devido a OMS e a ONU.

    E outra coisa… antes de compararem o Brasil com países de primeiro mundo, olhem ao seu redor e vejam em qual situação o Brasil está atualmente. Ou seja, incomparavel(pelo menos nesse aspecto).

    E por último, como Zé falou, precisa “pisar o pe na lama” pra dar uma opnião sobre a situção de outros paises. Muita gente fala com fundamentos de pesquisas no google.com.br mas nunca encararam a realidade de vivencia de tal modo.

  156. Ok

    F

    Fique com suas pesquisas na Internet…

    Só não julgue isto uma verdade…

    O papel e os servidores aceitam qualquer Merd@…

    Qualquer sensacionalismo é valido, para dar ibope…

    Eu afirmei não ter noção, e não a tenho…

    MAS NÃO ME METO A FALAR E TAXAR AQUILO QUE NÃO ENTENDO, UTILIZANDO MATERIAIS DÚBIOS…

    COMO ESSAS NOTÍCIAS QUE VOCÊ POSTOU.

    Não sei qual a origem dessa sua necessidade…

    Tem coisas mais úteis a serem feitas por aqui…

    Mas cada um é cada um…

    Faça o que lhe fizer feliz…

    Não me meto mais…

  157. Zé ,

    Estou falando de agencias como a BBC e Folha, que tem crédito e o hitórico de escrevem menos MERDA que vc.

  158. A propósito, li a matéria no papel, mas tive que recorrer ao meu amigo Google pra colar as referencias do que tinha escrito. Pesquiso muito na Internet e naum vou parar, é um recurso que tenho para me afastar da ignorância, te sugiro fazer o mesmo.

  159. Vc questionou qual meu interresse em postar essas notícias, foi simplesmente responder essa sua falta de noção:

    #

    Os Americanos podem ser tudo, mas são nacionalistas e preservam suas famílias…

    São vigilantes e isto não sairia despercebido…

    PAREM COM ISSO, VIAGEM, MOREM UNS TEMPOS EM USA…

    CHEGA DE MERD@.
    ________________________________________________________

    Tenho cuidado para não escrever coisas sem fundamento, já sobre o que vc escreveu não posso dizer o mesmo.

  160. Ok

    Fique com sua pseudo inteligência…

    Que fico com a minha…

    Verifique a quantidade de grãos e cobertura verde produzidas pelos Estados Unidos da América e faça uma relação percentual e conclua quem escreveu MERD@.

    Bem chega de polemica inútil por aqui…

    Meus conceitos são esses, não mudarei…

    Tenho mais o que fazer…

    Não costumo dar murro em ponta de faca…

    O QUE ME IMPORTA É ISSO;
    Não quero conviver com danos provocados por agentes químicos…
    Não quero que o que recolho de impostos (de meu árduo trabalho) seja gasto para tratar destes danos e seus geradores…
    Quero um mundo moral e de futuro para minhas filhas…
    Quero ter o prazer de enxergar os sentimentos das pessoas…
    Quero respeitar e ser respeitado…
    Quero viver em liberdade, e ter o direito de ir e vir sem correr riscos…
    Chega de clausuras e “FORTALEZAS”.
    Quero enxerga a inclusão social dos menos favorecidos.
    Quero ser um ser “HUMANO”,
    Não quero ser “UM ANIMAL”.
    Quero ver e sentir meus amigos e familiares bem.
    E finalmente quero amar e ser amado,
    Só isso
    ISSO EU CONSIDERO IMPORTANTE.

  161. enxergar

  162. POLÊMICA, hem!!!

    Ursão, vc disse tudo que eu já quis dizer num post ou numa conversa sobre isso. Eu nunca usei e nem pretendo usar drogas além de uns alcóolicos formais.

    Nunca fumar, nem cheirar, nem ingerir, nem baforar nada. Não preciso disso para ser feliz. E problemas emocionais a gente resolve conversando com amigos, com psicologos e com você mesmo, não se auto-destruindo.

    PORÉM, eu sou a favor da liberação. Eu acho que quem quer usar, que use… Que se exploda. Já não tem tantos cigarristas por aí se achando o máximo? Pois eu acho que cada um cuida do que é seu, no caso, o próprio corpo e saúde. O grande problema são as outras drogas que são distribuidas pelos mesmo cidadãos. Se não fosse isso talvez seria até uma forma de salvar muitas vidas condenadas.

    Resumindo, não uso, mas quem quer usar, que se arrisque.

  163. Luiz e Zé,

    Pesquiso na NET sim , e porque não, tenho outras fontes também assino Jornal e revistas, não tenho gaiola de papagaio para forrar com esse jornal não, eu leio mesmo. E ao contrário dos demais colegas não costumo polir minhas credenciais não, tenho vivencia fora e DENTRO do Brasil, vivência mesmo, não é ficar com o traseiro colado na cadeira em frente ao PC. Por que Não podemos falar e comparar outros países , temos a obrigação de nos atualizar e nos informar sobre o mundo todo , porque vivemos a era da globalização, “O bater de asas de uma borboleta em Tóquio pode provocar um furacão em Nova Iorque.” Teoria do Caos.

    Vocês pelo visto pegaram o bonde andando e quiseram sentar na janela, leiam a discução, foi um debate com vários pontos de vista, e nenhuma verdade absoluta, até porque essa não existe. O assunto foi tratado com a seriedade que merecia, salvo algumas brincadeiras.

    Acho que a TFP deve ter blog, pesquisem vcs se sentirão mais em casa.

  164. Bom… minha opinião a respeito.

    Sou “virgem” nessa questão também. Já bebi, talvez até mais do que deveria ou poderia, mas não repeti e não senti a falta.

    O álcool, o cigarro, a “marijuana” (maconha) entre outros, são psicotrópicos, carregam a promessa de um “alívio” entre outros “benefícios”.

    Alguns são legalizados e nisso aproveito para responder a quem perguntou: é legalizado por menos nível de letalidade; por isso o cigarro e álcool são “legais”, coisa que está mudando.

    Sexo na Holanda é história para outra cultura, não a nossa. Não estamos preparados para uma liberação que deixe às nossas consciências o fazer ou não. Somos, que pena, manipulados pela TV (cabo e livre) e outras forças de comunicação, então ainda não crescemos o sufienciente para definir com segurança nossas posições.

    Enquanto “crescemos”, todo o psicotrópico deveria ser proibido pelo direito positivo, isto é, o que podemos ler. Não sabemos como lidar? Não lidamos e esperamos amadurecer.

    Mas, pergunto eu, quando vamos estar prontos a dizer “quero destruir meu sistema nervoso central ou não?”. Espero que não alcancemos uma resposta que diga “sim” a tal feito.

    Sou favorável a evitar a todo custo tal contato, como tenho feito “so far” e espero q as pessoas sejam “recuperadas” no sentido de não repetir um ato contra sua própria existência na ponta de um cigarro.

    Noah.

  165. F.34

    Não condeno as pesquisas na net nem em jornais, quando falo que algumas pessoas usam fontes do google.com.br digo que algumas fontes não são confiaveis.

    Também tenho vivencia dentro e fora do pais. Sou servidor público federal, e a união paga as minhas viagens internacionais com o objetivo de troca de informações. Isso é globalização, a troca de informações entre países, porem nós NAO PODEMOS COMPRAR O BRASIL COM OUTROS PAISES! (pelomenos nesse aspecto).

    O Brasil é um país complexo, cheio de culturas. Tem coisas que servem em outros países mas NUNCA iriam servir para o nosso país. É preciso saber filtrar esses tipos de coisas, a capacidade de se adaptar será fundamental quanto a isso.

    Vou usar aqui o principal argumento usado pelos americanos nas campanhas antitabagistas de lá!

    Os impostos recolhidos pela fabricação de alcool e tabaco não cobrem as depesas causadas pelo mesmo(isso também ocorre no Brasil). Isso gera um défict nos cofres públicos. Agora adote isso a uma realidade brasileira, onde a saúde é um caos.

    E com relação ao uso medicinal da maconha?

    Bem, se tudo que é natural faz bem então veneno de cobra seria excelente!

    Na verdade o veneno de cobra é bom sim! Mas não ingetando veneno na veia, e sim isolando seu principio ativo e usando para fazer medicamentos.

    Mesma coisa com a maconha, ela pode até ser boa(o que eu duvido), mas não é fumando maconha, e sim isolando seu principio ativo o THC, gerando assim a fabricacao de medicamentos.

    Sou CONTRA a legalização da maconha no país, pois acho que não é interesse da nação legalizar uma droga.

  166. Caro Urso,

    não vou entrar no mérito de discutir se a mconha deve ou não ser liberada. Essa é uma questão muito complaxa que merece considerações políticas, filosóficas, médicas etc.
    Vou falar apenas da área médica, da psiquiatria.
    O maior problema que vejo é que as pessoas falam da maconha sem conhecer de fato o assunto a fundo.
    Freqüentemente falam que por ser uma erva, por natural, por ser orgânica ela não tem problema nenhum.
    Isso é uma grande bobagem!
    “Comigo ninguem pode”; “Folha de mandioca”; “Antúrio”; “Jacinto”; “Hedysarum alpinum (quem viu Into the wild sabe do que estou falando)” são todas plantas e são todas venenosas.

    Se você insiste em usar, pelo menos saiba dos riscos que está correndo. Não entre numa de achar que é tudo tranqüilo e que não há problema algum.
    O fato é que quem usa maconha tem maior risco de desenvolver problemas psiquiátricos graves como psicoses! Loteria como diria o urso!

    Se quiserem saber mais, vejam:
    Lancet. 2007 Jul 28;370(9584):319-28.

    Além deste, há outros inúmeros estudos sérios falando sobre o tema.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: