Curso de marketing politico eleitoral: entenda diferença entre marketing político e marketing eleitoral

Para se preparar para uma campanha, tanto um candidato quanto sua equipe podem fazer um curso de marketing politico eleitoral e focar em estratégias de marketing para políticos. Por isso, é essencial compreender as diferenças entre marketing político e marketing eleitoral para traçar um correto planejamento eleições 2018. As estratégias entre eles são bem parecidas, mas as divergências são na definição e na prática também, e conhecer esses diferenciais pode ser fundamental para o sucesso de uma comunicação campanha política.

 

Curso de marketing político eleitoral

Master Class de Marketing Politico Digital, ministrado pelo professor Marcelo Vitorino

 

Marketing Político

À primeira vista, pode parecer que marketing político e marketing eleitoral são a mesma coisa, não é mesmo? Mas, na verdade, o que ocorre é uma diferença bem nítida. O marketing político é um conjunto de estratégias com o objetivo de divulgar o trabalho que um detentor de cargo político executa durante seu mandado.

 

O marketing político não está relacionado com as eleições, nem está sujeito às Leis que regem o período eleitoral. Resumidamente, o marketing político nada mais é que realizar o branding do político, ou seja: criar uma imagem dele, construir um perfil público desse político ao longo de sua trajetória política.

 

Sendo assim, as estratégias de Marketing Político têm resultado a longo prazo e devem ter base na continuidade.

 

Marketing eleitoral

 

Já o marketing eleitoral tem o objetivo de adequar um candidato às expectativas do público durante a disputa eleitoral. O marketing eleitoral está relacionado com as eleições e está sujeito às Leis que regem o período eleitoral.

 

O marketing eleitoral trabalha em campanhas curtas que buscam tornar um candidato conhecido por suas propostas e projetos (plano de governo) num primeiro momento. Depois, fazer com que ele seja aceito entre os eleitores; posicioná-lo como o candidato preferido e, daí, leva-lo à vitória.

 

Sendo assim, as estratégias de marketing eleitoral devem ter resultado a curto prazo e a sua meta de conversão é ganhar as eleições.

 

Motivos para investir em curso de marketing politico eleitoral

 

O ideal é começar o marketing político do candidato “hoje” para trabalhar seu marketing eleitoral no período de campanha. Por isso, ter uma equipe que atue diariamente na comunicação e no treinamento marketing político é fundamental para o candidato que quer ter uma boa presença digital.

 

Não se deve utilizar a internet apenas como palanque, mas sim como uma plataforma digital para chamar o eleitorado a construir com o candidato a sua campanha. Se não sabe por onde começar, nada melhor que um curso de marketing politico eleitoral.

Anúncios

Curso de marketing político: melhores ferramentas digitais para candidatos

Programas, aplicativos e curso de marketing político auxiliam a vida do candidato durante a campanha até o exercício do mandato. Algumas vantagens desses programas que se aprendem em cursos marketing político são poder unificar materiais, equipes e informações importantes, mobilizar a militância, gerar relatórios personalizados, enviar e-mail e SMS segmentados, diminuindo o tempo gasto pela equipe de trabalho com questões operacionais.

 

Curso de marketing político

 

Dentro do marketing político, tanto relatórios personalizados quanto dados segmentados são extremamente importantes para manter uma comunicação com os eleitores que mais interessam no momento.

 

Falta entendimento do que as ferramentas de comunicação permitem, bem como, quais os níveis de relacionamento podem ser estabelecidos a partir deles”, afirma Marcelo Vitorino, sócio da Vitorino & Mendonça, empresa de consultoria de marketing político, e um dos pioneiros no uso de ferramentas digitais no País, também responsável pelo ead marketing político Master Class, o mais efetivo curso de marketing político brasileiro na atualidade.

 

Melhor curso de marketing político digital

 

Como produzir anúncios online, o que a legislação diz e quais as regras sobre Google e Facebook, quais tipos de conteúdos que mobilizam como live, qual melhor ferramenta de e-mail marketing, melhores mensagens para WhatsApp ou vídeos são alguns temas do curso de marketing político Programa Masterclass Eleições 2018, o mais completo programa de preparação de profissionais para as campanhas eleitorais 2018.

 

Fazer bom uso de ferramentas digitais auxilia no entendimento do eleitorado, otimiza a comunicação e orienta as propostas do candidato para que atendam as necessidades da população.

 

A ideia é envolver o eleitorado e construir uma imagem positiva do político. Mas, para isso, a equipe de marketing político eleitoral deve criar conteúdos que envolvam as pessoas e as motivem a iniciar algum tipo de relacionamento com o candidato dessas redes sociais. Para isso acontecer, faça um planejamento de postagens que sejam chamativas para a participação do eleitor conectado.