Jabiraca segue leitor até o inferno! Como São Jorge se livraria do dragão?

Quero ver se livrar dessa!

Quero ver se livrar dessa!

Comi uma mulher 19 anos mais velha do que eu, e agora o tribufú esta no meu pé, o que eu faço? Ela está me perseguindo, já está quase todo mundo percebendo, só falta minha esposa perceber. Essa mulher é separada do marido, ficou alguns anos sem ninguém, de repente acho que foi abstinência, sei lá, a mulher ficou doida pra dar, mas era só uma transa ! Eu só queria fazer uma boa ação pra acabar com a secura da mulher… Abel

Leia a resposta no novo Pergunte ao Urso, clique aqui.

A Dama do Lotação ataca novamente! Casada gamou no motorista de ônibus! O que fazer?

Ah se meu ônibus falasse!

Ah, se meu ônibus falasse!

Boa tarde Urso, conheci um motorista de ônibus, ele deve ter quase o dobro de minha idade, tenho 35, sou casada e tenho 1 filho. Mas eu não consigo tirar os olhos dele. Depois de algum tempo ele começou a corresponder. Alguns dias depois, começamos a conversar, já dei diversas indiretas que toparia sair com ele, mas ele parece não levar a sério. Até pedi o celular dele, mas ele brincou que não poderia me dar o celular, pois ficaria sem. Enfim, desconversou. O que eu não entendo é que ele tirou uma foto dele mesmo sem camisa e na cama, e me mostrou… Não sei o que pensar, pois mesmo ele não marcando nada, ele fica me olhando o tempo todo, faz algumas brincadeirinhas. Mas não sai disso. Às vezes acho que ele pensa que eu sou muita areia para o caminhão dele. O que eu faço??? Amiga Triste…

Clique aqui para ler a resposta no novo Pergunte ao Urso.

Com 36 anos, nunca namorei! Urso dá dicas para conseguir estabelecer uma conversa e chegar lá!

Leitor não tem mais motivo para não pegar ninguém

Prezado Urso,

Preciso muito de sua ajuda. Meu caso é muito peculiar. Tenho 36 anos, solteiro, sem filhos, possuo um bom emprego, um apartamento e uma aparência razoável. Atualmente moro sozinho. O problema é que sou extremamente inibido e do tipo caladão. Nunca consegui arrumar uma namorada. Sequer um beijinho na boca. Recentemente, conheci algumas garotas pela Internet e combinamos de nos encontrar. Mas o resultado é sempre o mesmo. Elas me acham um cara bacana, mas muito tímido. Não consigo desenvolver um bom papo. Teve uma que até mesmo me perguntou como ela iria me apresentar aos amigos dela. Fiquei arrasado. O pior é que me sinto muito sozinho. Meus amigos já se casaram e com a maioria deles eu já perdi contato. Às vezes me pergunto, será que vou morrer virgem? Claro que eu poderia resolver isso de outra forma, mas o problema não é falta de sexo e sim falta de companhia. O que posso fazer? Solitário.

Leia a resposta no novo Pergunte ao Urso, clique aqui.

Atração por colega de trabalho? O que fazer? Urso responde, versão sem cortes!

A porteira já tá arrombada...

Olá Urso, apesar do risco em entrar em contato, resolvi arriscar. O problema é o fato de eu estar me sentindo atraída por um colega de trabalho, (leia-se: atraída e não apaixonada) e sou muito bem casada e tenho uma vida sexual satisfatória e amo meu marido. Não sei o que fazer com esse “sentimento”, deve ser algo platônico porque não tenho contato com o tal colega, apenas cumprimentos entre pessoas que trabalham no mesmo departamento, ou seja, creio que isso não seja recíproco. Enfim, gostaria de ouvir a sua opinião. Tâmara C.

Olá Tâmara,

É engraçado, sempre que a pergunta envolve uma possível traição, quem a faz sempre me dá justificativas do tipo que você deu, “sou bem casada”, “tenho uma vida sexual satisfatória”, “amo meu marido”. Relaxa… Aqui, no P.a.U., você está entre amigos. Agora que já passei a vaselina…

Vou isolar o principal da pergunta para ver se respondo mais claramente, ok? O que você deve estar querendo saber é se deve ir para cima do rapaz, literalmente ou não, ou deixar a coisa toda passar a ficar ainda mais morna, visto que a senhorita se sente “atraída” apenas.

Falarei apenas do meu ponto de vista sobre relações platônicas, no campo da filosofia é muito bonito, mas na prática, não funciona! É igual relacionamento aberto, no início é tudo oba-oba, depois começa a cobrança daqui, comparação dali e o que sobra é um relacionamento morto, que costuma ficar lá, estacionado, em cima da mesa da sala de jantar até que alguém tenha coragem de dar o primeiro passo. Para o lado que esperou fica o papel de vítima, é claro!

Estou generalizando e sendo subjetivo. Leram essa parte leitores pseudo-mais-que-chatos-de-galocha? Hoje os senhores não ficarão descendo a lenha na minha opinião, não é? Aos demais leitores, por favor, eu imploro, o blog precisa dos seus comentários!!!

Continue lendo

Por que retribuir o amor é demais para certas pessoas? O problema é longo, mas a resposta é curtinha..

Será que todo mundo é diferente?

Urso, uma dúvida habita minha mente. Por que a maioria de nós não é correspondida? O simples ato de retribuir amor é demais para certas pessoas? Giovanna

Olá Giovanna, fico feliz que apenas “uma” dúvida habita sua mente, na minha não consigo ser tão minimalista, sou multi-tarefa, enquanto respondo sua pergunta projeto uma nave espacial, cozinho um bolo, leio o “Kamasutra” de trás para frente e aprendo mais um idioma! Ok, ok, nem tanto assim, me empolguei.

Bom, vamos à sua pergunta, que neste blog é o que interessa mesmo, não sei bem a quem você atribui o “nós” da questão, seriam as mulheres ou as pessoas? Acredito que você tenha se referido as pessoas que sofrem por amor, incluindo você, ou seja, uma fatia da população que ainda não conseguiu achar a outra metade da laranja. Continue lendo

Mulher-ioiô? Que p. é essa? Dessa vez a leitora fanfarrona se deu mal!

Mulher-ioiô... Vai reclamar por quê?

Querido urso branco,

Namorei um rapaz por dois anos. Ano passado tentamos uma reconciliação, mas eu não quis na época. Eu disse para ele partir para outra porque eu não gostava mais dele. Eu comecei a namorar outro rapaz e ele uma menina. Neste ano, nos reencontramos e eu percebi que ainda gostava muito dele. Terminei meu namoro pensando que ele voltaria comigo, mas ele ainda não terminou o namoro dele. Ele disse que gosta de mim, mas o que eu fiz com ele no ano passado ainda pesa. Porque ele queria um namoro sério e eu levei na brincadeira. Já tem três meses que mostro a ele que gosto mesmo dele e que mudei. Ele chegou a dizer até que eu tinha um “espírito de solteira” e não conseguia namorar sério com ninguém. Ele não termina com a namorada, fica comigo nos fins de semana, não me assume e não quer que eu fique com outras pessoas. O que fazer? Um abraço. Jaqueline

Querida Jaqueline Espírito de Ioiô,

Caso simples, de fácil resolução, mas confesso que fico na dúvida do que responder, pois será que você quer saber a verdade? Pensando bem, a verdade é subjetiva, portanto você deve querer mesmo é um empurrãozinho.

Sinto lhe dizer, mas o rapaz está certíssimo em ter feito a fila andar para você, se todos os homens agissem assim a mulherada começava a respeitar mais a classe, nota 10 para o cara e não falo por corporativismo! Antes dos leitores inconformados começarem a xingar o Urso aqui, peço a gentileza de lerem a resposta até o final, ok? Continue lendo

Discutindo a relação: mocinhas com velhacos, interesse ou amor?

Diferença de idade

Olá Urso, gostaria de lhe perguntar, o que você acha dessas menininhas de 20 anos que ficam com caras que tem o dobro ou mais que a sua idade? Será que existe amor nisso? Florisbela

Olá Florisbela,
Senti uma pontinha de inveja na pergunta, acho que deve ter sido o termo “menininhas”… Mas isso não vem ao caso, sua pergunta é interessante mesmo assim, com ou sem inveja. Seria você uma ex-mulher trocada por uma mocinha cheirando a leite e chorando o mesmo derramado? Tanto faz, fiz a pergunta para causar desconforto mesmo! Eu vim aqui para confundir, não para explicar. Continue lendo